ANO: 25 | Nº: 6381

Divaldo Lara

divaldolara@gmail.com
08/07/2019 Divaldo Lara (Opinião)

Desenvolvimento na Região Sul

Esta semana iniciamos uma importante demanda que representará desenvolvimento para a região Sul da nossa cidade. Na terça-feira, recebi, na Prefeitura, empresários, moradores, vereadores e secretários, um conjunto de lideranças para iniciar procedimento de municipalização da Av. General Artigas.
A via, hoje, pertence ao Estado e é mantida através do DAER. Não podemos, enquanto Prefeitura, intervir, mesmo que positivamente, para executar melhorias no local, se a área não pertencer ao município. É o caso também das Avenidas Santa Tecla e Visconde Ribeiro de Magalhães, duas vias de entrada da nossa cidade.
Importantes investimentos que estão sendo implementados na região Sul, como o Hotel DeCarli em construção e que, em breve, inaugurará suas atividades, a madeireira Negretto, que vem realizando grande investimento, a indústria Azeites do Pampa, recentemente inaugurada, o breve início das operações de voos comerciais no nosso aeroporto, além de solicitações da comunidade da região como melhorias na iluminação e implementação de paradas de ônibus, fazem desta via um objetivo do nosso município.
Em breve, o fluxo desta via aumentará muito. E é preciso estar atento a estas mudanças, sem depender de uma intervenção estadual em qualquer situação que precise de maior emergência.
Um dia após a reunião inicial estive em Porto Alegre, em audiência com o DAER, que sinalizou positivamente nossa demanda. Entretanto, nem tudo é simples. Passaremos por 18 etapas até que a via pertença ao município, efetivamente. Uma delas dependerá de aprovação de lei na Câmara de Vereadores. Os parlamentares Sonia Leite, Graziane Lara, Omar Ghani são alguns dos que estão fortemente empenhados na demanda, além do secretário de Infraestrutura e Desenvolvimento Urbano de Bagé, Ronaldo Hoesel.
Um bom exemplo do progresso de uma região municipalizada ocorreu quando, após muita luta, obtivemos a conquista da ERS-473 como área do município, na zona norte. Logo após a confirmação, pudemos iniciar a obra de construção das 600 moradias da Avenida Espanha, que hoje estão em execução e que, em breve, entregaremos para os moradores já sorteados.
Quando planejamentos de crescimento para determinadas áreas da cidade são feitas por um governo de forma organizada e sistemática, como no mencionado acima, é de grande benefício para a comunidade que o município assuma a responsabilidade de uma via.
No passado, as gestões anteriores mantiveram as vias sob domínio do Estado e da União, planejando que recursos destas duas esferas pudessem vir para mantê-las. O resultado é o que todos vimos até hoje, regiões sem crescimento, com investidores sem interesse em empreender, devido às burocracias, ocasionadas pela distância física na hora de realizar uma construção ou implementar um comércio.
É muito mais vantajoso trabalhar pelo desenvolvimento de uma região com empreendimentos do que pensar pequeno, simplesmente com a manutenção da via.
Pensemos grande. Voa, Bagé!

Deixe seu comentário abaixo

Outras edições

Carregando...