ANO: 25 | Nº: 6386
17/07/2019 Fogo cruzado

Deputados retomam debate sobre criação da Guarda de Fronteira

Tramitando desde 2011, o projeto que pode criar a Guarda de Fronteira será debatido pela Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado da Câmara dos Deputados, após recesso parlamentar. A agenda foi proposta pelo deputado federal Subtenente Gonzaga, do PDT de Minas Gerais, relator da proposta na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.
A proposição assinada pela deputada Antônia Lúcia, do PSC do Acre, prevê que a guarda de fronteira será organizada pela União, com integrantes das forças policiais de nível federal e estadual e das guardas municipais das cidades localizadas na faixa de fronteira, a exemplo de Aceguá e Bagé, com a função de realizar o patrulhamento ostensivo e a apuração de infrações penais.
Quando apresentou a matéria, Lúcia argumentava que ‘as forças de segurança locais, por seu conhecimento do território e modus operandi dos delinquentes, poderia coibir ações ilegais com mais efetividade’, sustentando que ‘a integração da guarda de fronteira por policiais autóctones evita, ainda, a dificuldade de lotações e remoções periódicas de policiais oriundos dos grandes centros’.
O relator solicitou o convite do Ministro de Estado da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, representantes do Ministério Público, da Polícia Federal e da Polícia Rodoviária Federal (PRF) para debater a proposta em audiência pública.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...