ANO: 26 | Nº: 6491

Viviane Becker

viviminuano@hotmail.com
Colunista social do Jornal Minuano, Viviane Becker é experiente jornalista de geral e conhecida editora do caderno de variedades Ellas.
26/07/2019 Caderno Ellas

Graças e desgraças do Facebook

Foto: Reprodução JM

por Janine Pinto

Pretensa escritora nas horas vagas

 

 

Sou viciada confessa em Facebook. Por mais que me irrite,  não posso negar. Sinceramente, acho que o Facebook se mantém em uma dimensão paralela, onde todo mundo, é rico, feliz, poeta, lindo, bem resolvido, amado e inteligente.

No Facebook todos os feios são lindos, conforme a opinião "sincera” dos amigos. Quantas vezes já leu o elogio linda na foto da baranga? Quando o certo seria querida, simpática, comunicativa, leal, inteligente, gentil... menos linda.

 “Batatinha quando nasce...” no Facebook é uma citação do José Saramago, talvez por falta de cultura as pessoas replicam as coisas mais infantis e prosaicas e para dar mais peso e veracidade mudam os autores. Outro dia li no Face  “Você é luz, estrela raio e luar " Marcelo Gleiser (astrônomo ganhador do prêmio Templeton 2019). E  eu que pensava que era letra da música do Wando....  No Facebook ninguém tem voz própria é o lugar da menção alheia, e quando tem autoria própria... pensamos seria melhor colocar o “batatinha quando nasce de José Saramago...

Como em toda sociedade o Facebook tem seus tipos, facilmente classificáveis: “autoritários, pretensiosos e ameaçadores”. Muitos usam de um tom autoritário tipo..."se não gostou do que eu postei me deleta!”. Sem mais delongas, sou obediente já deleto imediatamente,  daqui até a eternidade como dizia Cazuza, e não pede amizade de novo que não aceito!

Todos são experts em política, economia, PHDs em gestões públicas, especialistas em problemas globais. O espaço é livre, os radicais estão a solta e a bateção de boca liberada. Face é onde os fanáticos se encontram principalmente os que julgam acima de todas as verdades.

E a turma do contra: contra a esquerda, contra a direita, contra o papa, contra a Globo, contra o prefeito, contra as loiras, contra os homossexuais, contra os “comunistas”, contra o grêmio/internacional, contra os grevistas, contra os veganos,  enfim contra qualquer coisa ... Desde que de para destilar sua ira e veneno. Como expert em Facebook recomendo: passa reto nem lê, não briga, ignora, pura e simplesmente.

Tem o grupo dos fanáticos religiosos e aí o repertório é grande vai desde salmos até citações do papa, passando pelas correntes virtuais. Tem Nossa Senhora dos Chatos de Plantão, fotos do padre Marcelo com fundo musical do Roberto Carlos cantando "nossa Senhora me de a mão”... Assim o negócio vira ecumênico serve tanto para católicos, protestantes, budistas testemunhas de Jeová, umbandistas.....para todos coloco "Amém",  não custa,  vá que... Deus tá vendo né...

Um capitulo a parte são os narcisistas ególatras, reis da selfies. Sem querer ofender, mas o pessoal abusa, foto de festa, uma viagem bonita, vá lá. Gostamos de compartilhar nossas alegrias, mas selfies de manhã,  tarde e noite, do batom, com  óculos novo, com o preenchimento de botox, com o bico x y z. Essa boca esgamelada tem diversas modalidades: bico para o lado, para frente,  para baixo, o que só piora a situação. E mais na cama, no banheiro, no carro, em Aceguá, tomando mate. Ninguém merece, já extrapolou o campo da vaidade pulou de patamar, para a insanidade, caso de policia, tem horas que penso.. vou mandar prender esta louca.

Em outra categoria estão os chatos que reverberam estão no Messenger, no Instagram e no Facebook em coro, com a mesma mensagem chataaaaa, estes só deixando de seguir...

E os carentes, estes têm que ter paciência redobrada para não indicar um bom psicólogo. Lavam a roupa suja para todos os amigos saberem de suas mazelas, se queixam dos cônjuges, dos filhos, dos familiares, dos amigos, mandam indiretas que nem sempre dão certo. Atiram no que viram e matam o que não viram....  Aí colecionam inimigos sem saber a razão, a revolta é grande e a falta de bom senso também.

 

Tem os que adoram ser localizados vão na casa da mãe, na farmácia é pahhh aplicativo de localização. O pessoal com certeza esta interessado nos seus movimentos e em sua enxaqueca.

  E a categoria que precisa avisar tudo. o que lhes confere certo grau de importância. O pior é quando viajam e postam foto na porta “saindo para Punta”, só falta o adendo:  "saindo para Punta senhor ladrão! Lá permaneceremos até o final do mês, venha a casa esta a Bangu, só te esperando, leva o que quiser na volta resolvemos!” 

 

Difícil mesmo, atualmente, são cabos eleitorais amadores, sem ganhar um centavo do candidato ou partido, se expõe se colocam em saias justas e procuram impor aos demais seus gostos políticos, não sei se é um pouco de masoquismo, com sadismo misturado. Fico sem entender onde pretendem chegar, já que ninguém vai mudar de partido em função das suas postagens e Fake News...   

 

Falando assim, vocês vão pensar que não gosto do Facebook apesar de ter dias com menos paciência. O recurso é maravilhoso e quando usado corretamente é bárbaro. O face é como ter um jornal próprio onde podemos fazer serviços de utilidade pública, saber os aniversários (sempre esqueço),  pedir indicações, ter coluna social própria, e só publicar o que queremos sem necessidade de ter um editor. Enfim somos nós os donos deste jornal virtual, ficamos por dentro das viagens, das festas que não vamos... sabemos qual amiga abusou na pinga pela cara distorcida na foto... das produções de moda mais insanas, do que chegou às lojas, do caráter de algumas pessoas, de alegrias e tristezas em geral. O mundo passa face, quando não gostamos é melhor nos abster de comentar. Quando a coisa esta difícil basta deixar de seguir pura e simplesmente, com opções de uma semana, 30 dias, ou para sempre, como ninguém vai mudar em 30 dias aperta no “para sempre”, vai te poupar de futuras irritações ...

 

Particularmente não aceito amizade de quem não conheço, procuro ser educada como na vida, mas como todos que aqui frequentam tem aquele dia que não estamos de tão bom humor ai o caldo entorna. Isto só acontece uma vez a cada mês, quem pública na face quer opinião,  por isso eu dou meus pitacos, mesmo que não agrade. O que não vale é se esconder atrás de um computador para jogar nos seus amigos seus recalques com grosserias que possivelmente você não tivesse coragem de dizer pessoalmente, pode opinar, pode discordar com educação o debate é livre, assim como o pensamento as crenças e valores, a gente posta o que a gente é mesmo sem perceber. 

 

OBS.: TALVEZ TENHA QUE COMEÇAR DO ZERO, AGORA, OU MIGRAR PARA O INSTAGRAM, NEM SEI QUANTAS AMIZADES ME RESTARÃO. DEPOIS DESTA

 

 

 

 

 

 

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias do caderno

Outras edições

Carregando...