ANO: 25 | Nº: 6334

Fernando Fagonde

fernandofagonde@gmail.com
Professor do curso de Sistemas de Informação da Urcamp | CIO da Y
27/07/2019 Fernando Fagonde (Opinião)

Os profissionais do futuro serão programadores

A evolução tecnológica tem causado uma série de transformações, a forma como nos relacionamos com as outras pessoas, a forma como aprendemos a realizar esta ou aquela tarefa, a forma como mostramos ao mundo como fazemos determinada atividade, a forma como ouvimos música, a forma como divulgamos o nosso trabalho ou empresa, a forma de pedir comida e o modo como nos locomovemos são exemplos, já no nosso cotidiano, de como essa evolução nos “modificou”.
Algumas profissões estão deixando de existir e nossos filhos estão se preparando para trabalhar em atividades que não foram inventadas ainda, tudo isso faz parte da evolução da humanidade, que é inexorável.
Alguns estudiosos afirmam que “programação” é o novo inglês, obviamente ninguém fala “programês”, o que esses estudiosos indicam é que, em um mundo globalizado onde o inglês já é obrigatório para muitas atividades, a próxima fluência tem relação direta com a tecnologia.
De olho nessa demanda, alguns países já incluíram em suas bases curriculares, no Ensino Fundamental, algumas disciplinas de linguagens de programação.
Para um público cada vez mais precocemente conectado nada mais óbvio, usar a tecnologia disponível no cotidiano para a resolução de problemas e desenvolvimento de competências.
O resultado dessa proposta é um aprendizado mais efetivo no que diz respeito ao raciocínio lógico e ao trabalho em equipe. Além disso, um diferencial dos profissionais do futuro é a criatividade que é, também, diretamente desenvolvida com essa estratégia, pois programar é um processo criativo bastante complexo, praticamente uma arte.
Considerando que vivemos em um mundo Vuca (Volátil, Incerto, Complexo e Ambíguo), onde a complexidade dos problemas só aumenta, a capacidade de trabalhar com um volume imenso de informações e utilizá-as de forma criativa e rápida certamente será muito relevante.
Programar é uma atividade que irá além da área de TI, os médicos do futuro serão conhecedores de linguagens de programação, os advogados, os juízes, os engenheiros, os políticos etc.
Essa capacidade trará para as atividades profissionais um dinamismo nunca antes visto, cada profissional será uma potencial startup.
Para quem já está nessa área há algum tempo ou já está estudando, parabéns, continue nessa estrada e não esqueça de atualizar-se constantemente.
Para aqueles que possuem filhos em idade escolar, encontre algum curso online ou escola que possa proporcionar esse aprendizado, no futuro, seus filhos e a sociedade toda agradecerão.
Para os empreendedores, fica a dica!

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...