ANO: 25 | Nº: 6382

Norberto Dutra

redacaominuano@gmail.com
Pastor e presidente da Igreja Assembleia de Deus de Bagé Doutor em Divindade
27/07/2019 Norberto Dutra (Opinião)

Um verdadeiro Servo de Cristo é prudente

A atitude que se opõe à negligência é a prudência, e essa, de acordo com Mateus 24.45-47, é uma marca distintiva do servo. O homem prudente busca evitar o erro e o dano; ele não desperdiça tempo, talento nem oportunidade. Considerando a parábola dos talentos, quem são os servos maus e negligentes (Mateus 25,26)?
Possivelmente são aqueles que buscam apenas não perder aquilo que o Senhor lhes confiou (Mateus 25.25); aqueles que ainda não entenderam que Deus não deseja simplesmente receber o talento de volta, intacto, a respeito deste texto, os servos maus e negligentes, provavelmente, são aqueles que não percebem que o Altíssimo deseja, por meio do dom, fazê-los crescer; aqueles que não se permitem moldar pela boa dádiva, enquanto labutam no granjeio, e, por fim, aqueles que ignoram o fato de o Eterno dar e pedir contar depois, mas sem jamais exigir algo que exceda à sua capacidade de realização.
O que você tem feito, com os talentos que Deus lhe tem dado? Assim como o senhor da parábola dos talentos, Jesus voltará sem prévio aviso (Mateus 24,36,45,46); portanto, sejamos prudentes, despertemos o dom que há em nós (2 Timóteo 1. 6a);persigamos o caminho mais excelente, o amor ( sem o qual, valor algum terá qualquer dom, conf. 1 Coríntios 12.31- 13.1-3), porque Cristo virá e recompensará cada um segundo as suas obras (Romanos 2.6; Mateus 25..21,23,30). Deus abençoe você até o próximo final de semana. Amém!

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...