ANO: 26 | Nº: 6590
30/07/2019 Esportes

Bagé confirma jogo-treino com o Brasil de Pelotas

Foto: Yuri Cougo Dias

Estreia na Copinha será dia 11
Estreia na Copinha será dia 11
Após 11 dias de trabalho, que foram afetados pela chuva, o Bagé fez o primeiro jogo-treino da preparação para a Copa Paulo Verardi. A equipe do técnico Rinaldo Lopes Costa (Badico) obteve uma vitória apertada, por 2 a 1, sobre o Armour, de Sant’Ana do Livramento. Agora, o clube se prepara para um teste mais forte. Amanhã, às 15h30min, o Abelhão fará um teste contra o Brasil de Pelotas, no estádio Bento Freitas. O técnico Bolívar mandará a campo os atletas que não atuarem contra o Vila Nova, pela série B do Brasileiro. O Bagé estreia na Copinha, em casa, no dia 11 de agosto, contra o Cruzeiro de Cachoeirinha.
Sobre o rendimento apresentado contra o Armour, Badico reconhece que a equipe ainda tem muito a evoluir. No entanto, leva em conta alguns fatos. O primeiro é o pouco tempo de treinos. O grupo de jogadores apresentou-se no dia 17 de julho. Porém, na semana passada, devido ao forte acúmulo de chuva, Badico conseguiu treinar no gramado somente um dia. Por isso, o jogo-treino teve como finalidade trabalhar o estilo de jogo que pretende executar na Copa Seu Verardi.
Outro fator exposto por Badico foi o ritmo de jogo, pois vários jogadores estavam parados desde maio, quando encerrou a Divisão de Acesso. E, claro, alia-se a isso, o bom desempenho do Armour. Ao contrário do que muitos esperavam, a equipe de Sant’Ana do Livramento apresentou um futebol consistentes, tanto que saiu na frente e obrigou o jalde-negro a se esforçar para conseguir a virada. “Gosto de fazer jogo-treino com sete, oito dias de treinamento. Foi uma vitória com bastante dificuldades. O Armour veio com atletas bem preparador. Já nós estávamos com vários jogadores parados. Sabemos que temos muitas coisas para melhorar, com ênfase na parte tática e na dinâmica de jogo”, ressalta. Para os próximos dias, novos reforços deverão chegar. Alguns jogadores estão em fase de testes, mas Badico salientou que pediu à diretoria nomes pontuais para suprir carências, principalmente, no sistema defensivo.

Fernandinho como falso nove
Mas, numa análise genérica, o Bagé possui peças que, se tiverem engrenagem, poderão trazer bons resultados para o torcedor. O que chamou a atenção foi a velocidade dos extremas e a força de subida dos laterais. Wallan Luan, Vinícius e Cristiano Salib apresentaram bom rendimento. Também chamaram a atenção os laterais Matheus Ferreira (já conhecido da torcida) e Ednei e o volante Moisés Baiano. Já o experiente goleiro Vandré foi pouco exigido. “É um modelo de jogo para começar o campeonato, com compactação e saída rápida pelos lados. Foi assim que atuamos no São Paulo de Rio Grande”, salienta.
Uma alternativa que não está descartada, dependendo da situação, é a utilização de Fernandinho como um “falso nove”. Com a saída do centroavante Rômulo, no intervalo, devido a um problema com abscesso, Fernandinho atuou como homem de referência, na segunda etapa. E o rendimento agradou Badico, que relatou já ter feito o mesmo com Fernandinho, em 2010, numa passagem anterior pelo clube.
Vale lembrar que, na reta final da Terceirona de 2017, sob o comando de Geverton Duarte, Fernandinho também foi escalado como centroavante e teve boas atuações. Então, por mais que sua essência seja a armação no meio-campo, surge uma alternativa para a Copinha.

Lesionados
Em relação aos demais jogadores, o volante Matheus Damasceno atuou durante alguns minutos no jogo-treino. No entanto, o jogador ainda é dúvida para a estreia na Copinha. Ele ainda se recupera da rutura do talo fibular e do deltóide, sofrida no dia 3 de abril, contra o Lajeadense, pela Divisão de Acesso.
Já o volante Willian Lima está em fase de recuperação final da ruptura de ligamento cruzado anterior. A lesão ocorreu quando estava em fase de pré-temporada no Guarany, em 2018. Inclusive, jogador promoveu uma rifa, cujo prêmio era uma camiseta do Grêmio, usada por Jaílson, para custear a cirurgia. Segundo Lima, a ação gerou uma arrecadação de R$ 4 mil, aplicados no pagamento do procedimento, feito em Pelotas.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...