ANO: 26 | Nº: 6590
31/07/2019 Cidade

Comunidade muçulmana inicia construção de mesquita em Aceguá

Foto: Divulgação

Obra irá contar com 144m²
Obra irá contar com 144m²
Um projeto de mais de oito anos começa a sair do papel em Aceguá: a Mesquita Annour, que abrigará o Centro Cultural Islâmico da Princesa da Fronteira. O templo religioso vai ser construído em um terreno doado por uma integrante da comunidade palestina de Aceguá, Fátima Izzat. O local fica situado nos fundos da prefeitura.
A maquete da mesquita foi projetada em Jerusalém pelo arquiteto Jamal Ali Mohd Yacoub, em 2010, em conjunto com o também arquiteto e empresário de Aceguá, Mohamed Ali Yacoub. O prédio, segundo o arquiteto, será compacto e terá duas torres com minaretes, uma abóboda, espaço de oração e locais destinados para os fiéis deixarem os calçados e para lavar as mãos.
O empresário e arquiteto de Aceguá salienta que, na última semana, iniciou a terraplenagem do espaço. Na próxima semana, devem iniciar as fundações. Ainda conforme Mohamed, a mesquita é projetada em direção à Meca, cidade da Arábia Saudita, considerada a mais sagrada no mundo para os muçulmanos . “O projeto está aprovado desde 2011 e já recebemos apoio financeiro da comunidade islâmica de Santana do Livramento e de Pelotas”, comenta.
O empresário palestino observa que a mesquita de Aceguá, além de ser um local de orações, vai servir também como atração turística na região. A mesquita terá 144 metros quadrados e deve custar cerca de R$ 400 mil. Mohamed ressalta que a obra deve demorar entre seis meses e um ano para ser concluída. “Após a finalização, parte das luminárias e tapetes serão trazidas da China”, relata.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...