ANO: 25 | Nº: 6330
07/08/2019 Felipe Valduga (Editorial)

Voos acessíveis


Após uma articulação que passou por inúmeros personagens e uma espera, verdade seja dita, mais longa que o previsto, enfim está definida a retomada dos voos regulares entre Bagé e Porto Alegre. E desta vez, a partir de algo que vai muito além de uma manifestação de gestor ou empresário, mas com o início oficial das vendas de passagens.
A Gol Linhas Aéreas, que conduzirá as operações, passou a comercializar, ontem, os bilhetes para as viagens. E diferente do que muitos esperavam (talvez os mais céticos), os valores apresentados podem ser considerados acessíveis. E não somente porque variam de R$ 221 a R$ 230, mas porque tais montantes se aproximam, e muito, da atual tarifa cobrada pela empresa de ônibus que opera a linha intermunicipal BagéxPOA.
Dá para se dizer que, se por um lado, os voos reduzirão as distâncias entre as duas cidades, já que uma viagem que demora em torno de 5 horas poderá ser feita em pouco mais de uma hora, também democratiza o acesso a tal benefício. Ora, quem arca com o valor cobrado pela viagem de ônibus dificilmente ficará impedido de utilizar os aviões por questões financeiras.
O fato é que, agora, a expectativa está maior do que nunca para o voo inaugural, que partirá em 20 de setembro, do Aeroporto Internacional Comandante Gustavo Kraemer, tendo a capital dos gaúchos como destino. A partir de então, a avaliação a ser feita será quanto à procura, a qualidade do serviço e, claro, os reflexos que a existência de tal linha poderão trazer à Rainha da Fronteira. E, por óbvio, se a demanda será suficiente ou mesmo superior ao estimado. Até porque, não se pode esquecer, outra operação – via Azul –, com aeronaves maiores, é vislumbrada para iniciar num futuro próximo.

Deixe seu comentário abaixo

Outras edições

Carregando...