ANO: 25 | Nº: 6399
13/08/2019 Fogo cruzado

Empresa que vai construir linha de transmissão prepara contratações em Bagé

Foto: Antônio Rocha

Obra ligará subestação da CEEE até Candiota
Obra ligará subestação da CEEE até Candiota
Representantes da empresa Incomisa devem se reunir, hoje, com representantes do Executivo bajeense, para debater cronogramas da obra de expansão de linha de transmissão de energia. A contratação de mão de obra integra a agenda prevista para ocorrer pela manhã, no gabinete do prefeito Divaldo Lara, do PTB.
O secretário municipal do Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, Bayard Paschoa Pereira, destaca que a empresa já definiu área para instalação de seu escritório, assim como do canteiro de obras. A linha de transmissão que vai interligar o complexo termelétrico de Candiota a Bagé integra um lote comercializado por R$ 34,5 milhões. A entrada em operação comercial está prevista para agosto de 2022.
A nova estrutura, que faz parte do planejamento do Ministério de Minas e Energia, é considerada estratégica para a região, porque representa uma alternativa para evitar cortes de carga por subtensão, especialmente nos períodos entre novembro e março, e em situações de despacho reduzido nas centrais eólicas da Eletrosul, integradas à subestação de Cerro Chato, em Santana do Livramento.
Contratada pelo grupo indiano Sterlite Power Grid Ventures, que ganhou a concorrência pública realizada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), a linha de transmissão prevê aproximadamente 150 torres de aço galvanizado, partindo da subestação da Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE), localizada no principal acesso de Bagé. A obra pode ser concluída dentro de dois anos e poderá envolver mais de 350 pessoas.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...