ANO: 25 | Nº: 6356
16/08/2019 Segurança

DPPA instala computador para incentivar registros na Delegacia On-line

Foto: Divulgação

Computador foi colocado no local para auxiliar a comunidade
Computador foi colocado no local para auxiliar a comunidade

Para aumentar a parcela de gaúchos a usarem os recursos disponibilizados pela Delegacia On-line, disponível no site da Polícia Civil, foi lançada, pelo Estado, uma campanha nesta semana. E em Bagé, conforme informações dos agentes da Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA), para contribuir em tal processo, foi instalado, na sexta-feira passada, um computador para comunidade interessada em realizar os registros.

Na DPPA, inclusive, há um estagiário que auxilia as pessoas. Segundo apurado pelo MINUANO, em menos de uma semana, já foram registradas cerca de 70 ocorrências por meio do dispositivo.

Portal

Criado em 2002, o portal tem a finalidade de facilitar para o cidadão o processo de registro de ocorrências. Ao fazer o registro on-line, o usuário recebe, em até duas horas, acesso ao boletim de ocorrência, com a mesma validade do documento que seria entregue presencialmente em uma DP. A ferramenta pode ser utilizada 24 horas por dia e de qualquer lugar, basta ter acesso à internet por meio de um computador, tablet ou smartphone.

A campanha de divulgação da Delegacia On-line conta com vídeos explicativos e cards com informações que serão veiculados nas redes sociais da Polícia Civil e da Secretaria da Segurança Pública (SSP). A ampliação do uso do portal também pode ajudar a desafogar o volume de atendimento nas delegacias, abrindo espaço para casos de maior gravidade e urgência.

Uma avaliação da Polícia Civil verificou que 46% das ocorrências registradas são de situações não criminais, que poderiam ser comunicadas pela internet. “Apenas 15% das ocorrências de perda de documento são registradas através do portal digital”, informa a delegada Sílvia Cristina Sehn, responsável pela Delegacia On-line.

Para impulsionar a utilização do site, a Polícia Civil estuda orientar que, a partir do próximo ano, essas ocorrências sejam registradas apenas por meio on-line, de forma a qualificar o atendimento nas delegacias presenciais para ocorrências efetivamente criminais.

Conforme a chefe de polícia, delegada Nadine Anflor, estimular o cidadão a utilizar a Delegacia Online é fundamental para qualificar o serviço ao público. “Temos a preocupação de atender a sociedade com excelência, tanto de forma presencial como por meio da Delegacia Online. Mas temos a convicção que o usuário, optando em utilizar o portal para os tipos de crimes previstos, além de ser beneficiado com agilidade e economia de tempo, contribuirá para que os demais cidadãos tenham prioridade no atendimento presencial em delegacias ao efetuarem registros referentes a tipos de crimes ainda não contemplados pelo serviço via internet”, explica Nadine.

Serviços (para a internet)

Fatos que podem ser registrados pela internet

- Perda (objeto ou documento);

- Localização (objeto ou documento);

- Acidente trânsito sem feridos;

- Furto;

- Roubo;

- Ofensas;

- Perturbação;

- Maus tratos contra animais;

- Dano;

- Dano causado por fenômeno da natureza;

- Abigeato;

- Vias de fato;

- Ameaça;

- Desaparecimento de pessoa;

- Localização de pessoa;

- Violação de domicílio.

 

 

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...