ANO: 26 | Nº: 6491
27/08/2019 Cidade

Eleição do Conselho Tutelar irá contar com urnas eletrônicas

Foto: Tiago Rolim de Moura

Um total de 19 dispositivos serão utilizados em Bagé
Um total de 19 dispositivos serão utilizados em Bagé
A eleição para o Conselho Tutelar, que acontece no dia 6 de outubro, das 8h às 17h, em todo o país, contará, pela primeira vez, com urnas eletrônicas. Este ano, 14 nomes irão concorrer a cinco vagas do órgão de Bagé - e mesmo número de suplentes. O pleito contará com 19 aparelhos, distribuídos em nove pontos da cidade.
Conforme a presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (Comdica), Ildamar Silva Martinez, haviam sido homologados 15 nomes, mas houve a desistência de um deles: Rodrigo Fialho de Oliveira. Os demais, Cláudio Oliveira Rodrigues, Vera Lúcia da Silva Brião, Felipe Cunha Dourado, Maria Cristina Mendes Tarouco Nunes, Cleide Maria Rolim da Silva, Vera Regina Fagundes da Cunha, Claudete Carrion Brasil Machado, Suzete Vieira Lara, Adevanir Lindomar Santana Pereira, Cláudia Viviane da Rosa Gonçalves, Luis Augusto Rodrigues Moreira, Cláudia Fabrício Romariz, Leonardo de Oliveira Pereira, Davi Medeiros dos Santos continuam no páreo.
Ildamar informa que o Cartório Eleitoral dará um treinamento para os presidentes de mesa que irão atuar no pleito. A qualificação deve ser realizada em setembro. "É importante lembrar que todos são voluntários e as urnas eletrônicas irão facilitar a eleição", sustenta ela.
A presidente do Comdica lembra da importância de votar para o Conselho Tutelar. "É preciso escolher pessoas comprometidas visto que o órgão é a porta de entrada para todas as denúncias e violações dos direitos das Crianças e Adolescentes", ressalta.
As urnas estarão distribuídas na Escola José Otávio, Escola Félix Contreiras Rodrigues, Fundação Bidart, Clube Caixeiral, Escola Téo Vaz Obino, Centro Social Urbano, Colégio Monsenhor Costábile Hipólito, Escola Kalil A Kalil e Escola São Pedro. Mais próximo ao pleito, o Comdica deve divulgar a distribuição das seções eleitorais.
Todos os bajeenses podem votar, desde que estejam em dia com suas obrigações eleitorais. O pleito será fiscalizado pelo Ministério Público, que também vai conduzir o escrutínio da votação.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...