ANO: 25 | Nº: 6405
31/08/2019 Cidade

Delegado da Decrab/Bagé assumirá coordenadoria para crimes rurais do RS

Foto: Carolina Jardine/Jardine Comunicação

Estado conta com três delegacias do ramo em ação
Estado conta com três delegacias do ramo em ação
O Rio Grande do Sul terá uma coordenadoria especializada para gerir e ampliar o combate de crimes rurais. A medida foi confirmada na quinta-feira, pela cúpula de segurança pública do governo do Estado, durante a Expointer. O projeto contará com a coordenação do delegado André de Matos Mendes, da Delegacia de Polícia Especializada na Repressão aos Crimes Ruais de Bagé (Decrab/Bagé).
O objetivo, segundo ele, é replicar o formato de trabalho adotado na unidade local para as demais. Com isso, a perspectiva é de que as Decrabs do Rio Grande do Sul passem a trabalhar de forma integrada e com atuação em diversas regiões do Estado. Atualmente, há três delegacias especializadas em crimes rurais (Bagé, Santiago e Cruz Alta). Em 16 de setembro, será inaugurada a quarta em Camaquã. Até o final de setembro, também deve ser aberto um cartório para registro especializado em abigeato em Montenegro, região onde vêm sendo registrados casos frequentes. Toda a estrutura ficará subordinada à nova coordenadoria.
Segundo dados do Estado, o abigeato é um crime frequente no RS, com ocorrências próximas a 6 mil por ano. Estimativas indicam que apenas 19 municípios concentram 50% dos casos de abigeato registrados no Rio Grande do Sul. O ápice do problema foi registrado em 2016, quando mais de 9 mil casos foram reportados. Na época, foi criada força-tarefa para conter a ação das quadrilhas que atuavam em roubo de gado e de bens, e o número de ocorrência, desde então, vem caindo cerca de 30% ao ano. Foram mais de 40 quadrilhas desarticuladas desde então.
Estiveram presentes, no anúncio oficial, integrantes do governo gaúcho, como o vice-governador e secretário de Segurança Ranolfo Vieira Júnior, e lideranças do agronegócio com apoio da Federação Brasileira das Associações de Criadores de Animais de Raça (Febrac), Federação da Agricultura do RS (Farsul) e Federação dos Trabalhadores na Agricultura do RS (Fetag).

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...