ANO: 25 | Nº: 6330
06/09/2019 Campo e Negócios

Deputados ouvem pleitos do setor arrozeiro gaúcho

Foto: Nestor Tipa Júnior /Divulgação AgroEffective

Redução temporária do ICMS do arroz em casca foi uma das pautas destacadas
Redução temporária do ICMS do arroz em casca foi uma das pautas destacadas
A Federação das Associações de Arrozeiros do Rio Grande do Sul (Federarroz) reuniu, ontem, 11 deputados estaduais que fazem parte da Frente Parlamentar Agropecuária da Assembleia Legislativa Gaúcha. Na ocasião, os dirigentes da entidade apresentaram a linha de atuação da federação em defesa da orizicultura gaúcha e os principais pleitos do setor em âmbito estadual.

Segundo o presidente da Federarroz, Alexandre Velho, o objetivo foi mostrar o que a entidade vem pleiteando, mas também buscar o apoio da Frente Parlamentar da Agropecuária Gaúcha para as demandas dos arrozeiros. "O arroz é um importante produto não só para o Estado, mas para todo o país, pelo protagonismo que o Rio Grande do Sul tem no mercado nacional e esperamos deixar claro a importância do produto e o impacto econômico e social para o Estado", destacou.

De acordo com Velho, a Federarroz continua com três pautas prioritárias em relação ao Estado, que é a redução temporária do ICMS do arroz em casca, maior eficiência no Porto de Rio Grande para o produtor viabilizar a exportação e a valorização do Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga) com investimentos no instituto para atender a cadeia orizícola.

Participaram do encontro os deputados Rodrigo Lorenzoni (DEM), presidente da Frente Parlamentar Agropecuária gaúcha, Any Ortiz (Cidadania), Edson Brum (MDB), Elton Weber (PSB), Ernani Polo (PP), Eric Lins (DEM), Fábio Branco (MDB), Frederico Antunes (PP), Gabriel Souza (MDB), Luiz Fernando Mainardi (PT) e Sérgio Turra (PP). Também estiveram presentes o vice-presidente da Fetag/RS, Nestor Bonfanti, e do diretor da Farsul, Hermes Ribeiro.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...