ANO: 26 | Nº: 6495
06/09/2019 Segurança

Operação contra crimes de violência doméstica cumpre mandado em Bagé

A Polícia Civil deflagrou, ontem, a Operação Vênus, destinada ao combate dos crimes de violência doméstica e familiar contra a mulher. Em Bagé, foi cumprido um mandado de busca e apreensão. Um segundo foi indeferido e outros três aguardam definição do Poder Judiciário. A informação é da titular da Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (Deam), Daniela Barbosa de Borba.

As atividades foram coordenadas pela Divisão de Proteção e Atendimento à Mulher (Dipam), do Departamento Estadual de Proteção aos Grupos Vulneráveis (DPGV), e contaram com a participação das 22 Delegacias Especializadas no Atendimento à Mulher do Rio Grande do Sul. Durante as ações, 79 mandados de busca e apreensão foram cumpridos, sete pessoas foram presas e 11 armas de fogo apreendidas. Também foram verificadas 163 denúncias e 49 medidas protetivas de urgência.

Segundo a chefe de Polícia, delegada Nadine Anflor, a operação foi organizada, no mês de agosto, de forma integrada entre as 22 Delegacias Especializadas no Atendimento à Mulher, como um marco do Agosto Lilás, que é o mês de combate à violência contra a mulher. “As ações do dia de hoje trazem, também, além de uma resposta à sociedade, uma pauta de que violência contra a mulher tem que ser punida e devidamente investigada”, salientou.

De acordo com a diretora do DPGV, delegada Shana Luft Hartz, esse tipo de ação busca, além da punição do agressor, um incentivo para que mais mulheres busquem ajuda, para que tragam a violência que estão sofrendo até a Polícia para que seja feita a devida apuração e punição do responsável. “A violência doméstica tem a característica de ficar restrita aos lares, uma questão que fica escondida e não é relatada. Nós buscamos incentivar e também conscientizar a população para que busque ajuda e para que denuncie, para que a Polícia Civil possa agir antes do crime se tornar mais grave”, disse a delegada.

Para a diretora da Dipam, delegada Tatiana Barreira Bastos, a verificação das denúncias e o monitoramento das medidas protetivas são ações de prevenção, para que possa ser apurado se os fatos criminosos estão ocorrendo. A operação é alusiva ao Agosto Lilás e aos 13 anos da Lei Maria da Penha. Aproximadamente, 150 policiais civis participaram das ações que foram desenvolvidas em 22 municípios.

 

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...