ANO: 25 | Nº: 6330
09/09/2019 Região

Pronto Atendimento passa a funcionar em Unidade Básica de Candiota

Foto: Divulgação

Serviço será realizado no Posto de Dario Lassance
Serviço será realizado no Posto de Dario Lassance

A Vigilância Sanitária do Estado interditou, na sexta-feira, a Fundação Assistencial Maria Anunciação Gomes de Godoy, que atua como Pronto Atendimento de Emergência (Pade) em Candiota. Segundo informação do coordenador interino da 7º Coordenadoria Regional, Magno Cesarino, a decisão foi tomada devido a problemas estruturais e operacionais identificados na unidade.
Cesarino informou que o processo ainda está em prazo de manifestação, pela coordenação da instituição, e que foram realizados alguns apontamentos pela equipe da Vigilância que precisam ser cumpridos. “Antes da interdição, foram acionados todos os órgãos da CRS e a medida não prejudicou o atendimento, visto que outras unidades de saúde do município podem absorver a demanda”, disse.
No sábado, aliás, a Prefeitura de Candiota lançou uma nota oficial no sentido de tranquilizar a população quando à prestação de atendimento. O documento salientou que, apesar do serviço não ser obrigação municipal, a Administração disponibilizou a estrutura da Unidade de Saúde de Dario Lassance para que o o Pronto Atendimento possa operar.
De acordo com o prefeito de Candiota, Adriano  Castro dos Santos, um dos motivos da interdição foi a falta do Alvará da Vigilância Sanitária. Ele explica que há pouco tempo o prédio passou do município para a Fundação e, com isso, a direção estava buscando o documento. “Foi desnecessária essa interdição em uma véspera de feriado", criticou ao adiantar que tomará providências. "Irei a Porto Alegre para falar com a secretária de Saúde, Arita Bergmann, para resolver essa situação e pedir a reabertura”, adianta.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...