ANO: 25 | Nº: 6330
10/09/2019 Cidade

Compreb realiza eleição amanhã

Foto: Tiago Rolim de Moura

Pleito acontece no Palacete Pedro Osório
Pleito acontece no Palacete Pedro Osório

A cada dois anos, o Conselho Municipal de Patrimônio Histórico de Bagé (Compreb) realiza a renovação de conselheiros e eleição para diretoria. A escolha é realizada pelos integrantes das 28 entidades que compõe o colegiado. A entidade tem caráter deliberativo, normativo, fiscalizador e de assessoramentos das políticas e ações relacionadas com os valores históricos, culturais e ambientais do município.

Conforme a presidente do Compreb, Núbia Margot Menezes Jardim, a reunião acontece nesta quarta-feira, no Palacete Pedro Osório, às 14h. Ela explica que, na ocasião, são empossados os novos conselheiros e eles escolhem a diretoria para a gestão. Cada conselheiro pode permanecer dois mandatos no colegiado. Estamos recebendo os ofícios com a indicação dos nomes", disse.

Na formação da entidade, o Executivo será representado por duas cadeiras da Secretaria de Cultura e Turismo; uma da Secretaria de Meio Ambiente e Proteção ao Bioma Pampa; duas da Secretaria de Gestão, Planejamento e Captação de Recursos; uma da Procuradoria-Geral do município; uma do Arquivo Público Municipal Tarcísio Antônio da Costa Taborda; duas da Secretaria de Economia, Finanças e Recursos Humanos; duas do gabinete do prefeito; uma representante da Secretaria de Assistência Social, Habitação e Direitos do Idoso; uma representante da Secretaria de Educação e Formação Profissional; duas da Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação; e duas do gabinete do vice-prefeito. As demais vagas são para a sociedade civil e universidades.

Entre as atribuições do Compreb está a análise de projetos que estão situados nas áreas do tombamento poligonal, realizado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado do Rio Grande do Sul (Iphae), em 2009. Os locais que estão dentro do inventário foram considerados de interesse de preservação por aspectos urbanísticos e mais de três mil imóveis foram tombados.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...