ANO: 25 | Nº: 6381
23/09/2019 Esportes

Congresso da Divisão de Acesso será em Bagé

Foto: Yuri Cougo Dias

Tabela do certame terá pelo menos dois clássicos
Tabela do certame terá pelo menos dois clássicos

Se o fato do clássico Ba-Gua voltar à tona no próximo ano já era sinônimo de empolgação por parte dos torcedores bajeenses, outra novidade pode deixar os ânimos da cidade ainda mais exaltados. Isso porque a Federação Gaúcha de Futebol (FGF) confirmou que o congresso técnico da Divisão de Acesso será realizado em Bagé, em 29 de novembro. Até o momento, o local não foi definido pela organização.
O congresso é utilizado para que clubes e FGF debatam a fórmula que será adotada, as regras e demais esclarecimentos que sejam necessários. Pela primeira vez, o evento acontecerá na Rainha da Fronteira. Para a temporada 2019, o congresso também foi desenvolvido no interior gaúcho. Em comemoração aos 100 anos de fundação do Esporte, o evento foi realizado em Bento Gonçalves. Ou seja, mais uma vez, a FGF opta por este critério.
Conforme o diretor do Departamento Profissional da FGF, Clóvis Martins, a escolha de Bagé como palco do congresso técnico tem duas justificativas. A primeira faz referência ao fato do Grêmio Esportivo Bagé completar, em 2020, 100 anos de fundação. Então, o critério adotado seria idêntico ao que fora no caso do Esportivo. E o outro fator que foi levado em conta é de que o Guarany Futebol Clube também celebra 100 anos de uma data importante. No caso, é o seu primeiro título gaúcho, conquistado em cima do Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense. E assim começou a caminhada alvirrubra, que depois, em 1938, veio a conquistar o bicampeonato gaúcho, sendo até hoje o único do interior a repetir a dose.


Times confirmados
Clubes dificilmente desistem da Divisão de Acesso. Até porque, automaticamente, seriam rebaixados à Terceirona. Então, se seguir essa premissa, 16 equipes estão confirmadas na competição. Os rebaixados do Gauchão, Avenida e Veranópolis; mais os ascendentes da Terceirona, Guarany e Brasil de Farroupilha, se juntam a Bagé, São Paulo de Rio Grande, Cruzeiro de Cachoeirinha, Guarani de Venâncio Aires, Lajeadense, São Gabriel, Glória, Igrejinha, Passo Fundo, União Frederiquense e Tupi de Crissiumal. Se persistir a fórmula dos últimos anos, serão dois grupos de oito equipes. As quatro primeiras colocadas se classificam para as quartas de final. Os dois finalistas garantem vaga no Gauchão de 2021. Já o lanterna de cada chave é rebaixado para a Terceirona do ano seguinte.


Entusiasmo com Ba-Guas
O fato de, no mínimo, dois clássicos Ba-Gua já estarem garantidos para ocorrerem na primeira fase, empolga a todos na cidade. E até os amantes do futebol do interior, pois, trata-se de umas das rivalidades mais antigas do país. A última vez que Guarany e Bagé se enfrentaram foi no dia 17 de setembro de 2017, pela última rodada da fase classificatória da Copa Paulo Sant’Ana. O jogo foi realizado no estádio Pedra Moura e o Bagé venceu por 2 a 0, com gols de Vítor e Wandílson. Já classificado para as quartas de final, o Guarany botou um time praticamente reserva. Por sua vez, a vitória não foi suficiente para que o Abelhão avançasse de fase. Depois, o alvirrubro caiu nas quartas de final para o Pelotas.
Porém, se levar em conta confrontos na mesma divisão, a última vez que Bagé e Guarany tiveram um embate foi em 2016 na Terceirona. E pela Divisão de Acesso, somente em 2011, quando, infelizmente, ambos foram rebaixados. Agora, para 2020, em meio à rivalidade em si, que um possa fazer com que o outro cresça. Esse é o real desejo dos amantes do futebol da Rainha da Fronteira.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Outras edições

Carregando...