ANO: 26 | Nº: 6588
25/09/2019 Fogo cruzado

Justiça afasta prefeito de Bagé por 180 dias

Foto: Tiago Rolim de Moura

O Ministério Público do Estado do Rio Grande do Sul (MP/RS) informou, em seu site, agora pela manhã, que, por meio da Procuradoria de Prefeitos, em conjunto com o Gaeco, cumpriu medida cautelar de afastamento, pelo prazo de 180 dias, do prefeito de Bagé, Divaldo Vieira Lara, do PTB.
A decisão do desembargador relator da 4ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio Grande Sul (TJ/RS), Júlio Cesar Finger, atende a pedido do Ministério Público e, além do afastamento do prefeito, mantém as medidas de afastamento dos ex-secretários municipais de Finanças, José Otávio Ferrer Gonçalves, e do Meio Ambiente, Aroldo Quintana Garcia.
Em conjunto com o pedido cautelar, o Ministério Público ofereceu duas denúncias criminais envolvendo investigações sobre suspeitas de irregularidades licitatórias, crimes de responsabilidade e desvio de verbas públicas.
A reportagem do Jornal Minuano busca contato com Divaldo Lara para contraponto. A informação preliminar é que a Prefeitura de Bagé emita uma nota oficial sobre o assunto.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...