ANO: 26 | Nº: 6540

Rochele Barbosa

rochelebarbosa@gmail.com
Jornalista formada pela Universidade da Região da Campanha. Responsável pela produção e reportagem do caderno de Saúde do Jornal MINUANO
14/10/2019 Caderno Minuano Saúde

Mesoterapia

Foto: Divulgação

CAPA
CAPA

 

Você não tem tempo de passar horas e horas em clínicas estéticas cuidando do seu corpo? A solução para sua falta de tempo pode ser a Mesoterapia, já ouviu falar? A Mesoterapia ou intradermoterapia é um termo genérico que se refere a microinjeções sobre o local do inestetismo.

A rápida aplicação facilita a vida de pacientes que têm uma rotina agitada. Através do uso de agulha e seringa descartáveis e mesclas já prontas comercialmente, a biomédica realiza uma série de microinjeções no local a ser tratado. É indicada para tratar gordura localizada, aumento de massa magra, alopecia (queda de cabelo), manchas, cicatrizes de acne, pele desidratada, flacidez, estrias, celulite e rugas.

Nesta edição, a biomédica Karen Dias, especialista em Estética pela ABBM/SP, responsável pelos tratamentos injetáveis na Clínica Quimera, nos conta mais sobre o procedimento.

Como funciona o procedimento

Existem inúmeras substâncias utilizadas na mesoterapia, o medicamento e a dosagem dependem de qual região está sendo tratada. Em geral, ocorre uma associação de substâncias com diferentes atuações (lipolíticas, anti-inflamatórias, antiedematosos, analgésicas etc). A tolerância é muito boa e a sensibilidade à aplicação é pequena, pois o desconforto durante a aplicação é mínimo.

Os sintomas adversos já relatados são: após a aplicação, em alguns casos, pode ocorrer formação de eritemas (manchas avermelhadas), edemas (inchaço), nódulos, prurido (coceira), entre duas a 24 horas após a aplicação, mas que entre três e cinco dias deverão ter desaparecido. Além disso, há possibilidade de ocorrência de dor e hematomas no local de aplicação da injeção, cabe salientar uma maior demora no tempo de duração do hematoma caso o paciente fique exposto ao sol durante o tratamento. A partir do pré-tratamento até o pós-tratamento, o paciente não deve se expor ao sol, nem fazer uso de camas de bronzeamento artificial ou utilizar cremes autobronzeadores, pelo menos por 10 dias.

A Mesoterapia só pode ser aplicada por profissionais habilitados, que saibam como usar essas combinações de medicamentos, quais os mais indicados para cada caso e a profundidade adequada de aplicação, visto que eles podem ser aplicados em vários planos, como intradérmico, subcutâneo e intramuscular.

E por que não usar a “nova” forma de aplicar com uma seringa de pressão, sem agulhas, parece excelente? Não devemos utilizar, pois, ao utilizar a pressão, o medicamente passa por todas as camadas e não atinge somente a camada da pele que tem necessidade de ação do produto. Já viu tratar músculos, aplicando na parte mais superficial da pele? Fora a falta de precisão os riscos de necrose tecidual, ou descoloração da pele pela aplicação em profundidade errada.

E qual a vantagem das microinjecões? É que os princípios ativos ingeridos por via oral demoram mais para atingir os alvos a serem tratados porque devem passar por todo nosso sistema digestório, fígado e sistema vascular antes de ser assimilados pelo organismo. Não atingem um lugar concreto, se distribuindo pelo corpo todo, podendo produzir com mais facilidade efeitos colaterais ao atingir órgãos para os que poderiam ser prejudiciais. E, além do mais, só chega ao alvo específico uma pequena porção do ingerido, com o que se faz necessária à ingestão de grandes quantidades para alcançar os objetivos procurados, o que por sua vez também aumenta o risco de efeitos colaterais.

É por tudo isso que, para tratamentos localizados, a mesoterapia é uma técnica terapêutica que pode ser muito eficaz. Através de uma série de múltiplas microinjeções, uma quantidade mínima de medicação é injetada na área a ser tratada.

Somente após uma detalhada avaliação, conhecendo as particularidades do paciente, o desejo de remodelar determinada região da face ou corpo que a biomédica consegue traçar o plano de tratamento mais adequado.

BOX

Quais os cuidados

- Indica-se o uso obrigatório de filtro solar. Use filtro solar com fator de proteção acima de 50 e o PPD, a proteção UVA +++ ou acima de 17, no mínimo, reaplicando três vezes ao dia. Criar o hábito de utilizá-lo sempre que se expor ao sol, só trará benefícios para a sua pele manter-se saudável.

- Aconselha-se o uso de arnica de uso tópico ou hirudoid em gel para que os hematomas desapareçam em menos tempo.

- Não devo realizar drenagem linfática em até 48 horas após a aplicação.

- Não devo realizar nenhum exercício físico de esforço logo após a aplicação.

Quem não deve se submeter ao procedimento:

- Quem está fazendo tratamento para doenças autoimune ou câncer, quem está com doenças sistêmicas descompensadas, quem está com alguma ferida, corte ou infecção na área a tratar, ou que possui alergia aos componentes da mescla utilizada no tratamento, ou gestantes.

Lembre-se

Por ser um tratamento para distúrbios estéticos, para ter um resultado duradouro e eficaz devo fazer uma reeducação alimentar e a prática regular de exercícios físicos, no caso dos corporais e nos faciais fazer uso de medicamentos, cosméticos e filtro solar conforme a indicação da Biomédica.

 

 

Deixe seu comentário abaixo

Outras edições

Carregando...