ANO: 25 | Nº: 6458
18/10/2019 Cidade

Detentos do Presídio Regional recebem atendimento odontológico em Bagé

Foto: Giovana Pereira/Especial JM

Unidade móvel se desloca, duas vezes por mês, até o PRB para realização de procedimentos
Unidade móvel se desloca, duas vezes por mês, até o PRB para realização de procedimentos
Detentos custodiados pelo Presídio Regional de Bagé (PRB) têm o direito de atendimento odontológico assegurado. Desse modo, o serviço vem sendo oferecido através da parceria da Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) e a Secretaria de Saúde e Atenção à Pessoa com Deficiência. Em informe, emitido nesta sexta-feira, a pasta municipal divulgou que, duas vezes ao mês, a unidade móvel, que possui gabinete odontológico, é deslocada até a unidade prisional, onde um agente penitenciário, que também é cirurgião-dentista, desloca-se de Santana do Livramento, para realizar os atendimentos.
De acordo com a Prefeitura, cerca de 20 condenados, entre homens e mulheres, são atendidos em cada visita, dependendo da demanda. Conforme a coordenadora municipal de Saúde Bucal, Juliana Deibler, o município disponibiliza, além do micro-ônibus com gabinete odontológico, instrumentos, materiais de consumo e uma auxiliar em Saúde Bucal para que possam ser realizados os procedimentos clínicos básicos. "Estamos muito felizes em poder oferecer esse atendimento aos presos e presas, que estavam com defasagem nesse serviço de saúde bucal. Através desta parceria, estamos conseguindo proporcionar a esse público uma assistência de qualidade, sem precisar deslocá-los do presídio. A dor de dente traz um sofrimento muito grande, então buscamos dentro do possível ajudar a solucionar", afirmou.
O secretário de Saúde, Mário Mena Kalil, ressalta que a maioria dos internos nunca teve acesso a atendimentos odontológicos e nem cuidados com a saúde bucal. Diante disto, o serviço oferecido ao sistema penal se torna fundamental. "Nós, da Secretaria de Saúde, ficamos satisfeitos em poder proporcionar aos presidiários um auxílio no atendimento odontológico. Era uma demanda reprimida, que não tinha um atendimento integral e que agora o município está conseguindo proporcionar e solucionar problemas de urgência, realizar tratamentos e, quando necessário, o encaminhamento para casos especializados", avaliou.
Para o agente penitenciário Maurício Dalé Granato, a parceria entre Estado e Município está sendo válida, pois esse serviço não estava sendo oferecido aos presos, apenas atendimento médico, com a unidade móvel, uma vez na semana. "Quando um detento necessitava de atendimento odontológico de urgência, era necessário deslocar uma equipe de escolta e levá-lo até a Unidade de Pronto Atendimento – UPA, que disponibiliza plantão para esse serviço. Agora, nós conseguimos oferecer um tratamento mais especializado aos apenados e com certeza esse suporte específico é o principal ganho", relatou.
O paciente que sentir dor nesse período em que o dentista não está presente continuará sendo atendido no plantão odontológico da UPA 24h. Atualmente, conforme divulgado pelo informe da Prefeitura, o PRB abriga 624 apenados, sendo 565 homens e 59 mulheres.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...