ANO: 25 | Nº: 6383
22/10/2019 Segurança

Motorista é roubada e mantida presa no porta-malas de carro em Dom Pedrito

Uma mulher, motorista particular de veículo de mobilidade por aplicativo, foi vítima de um assalto, na noite de sábado, e mantida presa (cárcere privado) durante, no mínimo, três horas, no porta-malas de seu carro, em Dom Pedrito.

Conforme o boletim de ocorrência, a mulher contou que foi chamada, por volta das 18h, quando recebeu uma ligação para buscar passageiros nas proximidades do trevo BR-293 que dá acesso à sede campestre do Clube Comercial. Ela relatou, ainda, que chegou no local e dois homens subiram no carro, anunciaram o assalto, sacando uma arma, amarrando a vítima e a colocando no porta-malas do carro. Ainda, conforme o registro, os acusados rodaram com o veículo por certo tempo, com a vítima presa no porta-malas e, algumas vezes, quando a sua família ligava preocupada pela demora, eles, segundo a vítima, a faziam atender e dizer que já estaria voltando.

A motorista destaca que, em uma dessas ligações, tentou olhar para verificar em que local estaria e acabou levando um soco, cortando seu lábio. Após um período, a vítima e o veículo foram abandonados nas proximidades da sede campestre do Clube Comercial. Isso por volta das 21h. Conforme o registro de ocorrência, os autores levaram apenas R$ 20 que estava no interior do veículo e apagaram a ligação telefônica que efetuaram para chamá-la ao local, mas não levaram o telefone.

A Polícia Civil irá investigar o caso e, inclusive, emitiu uma nota sobre algumas “fake news” que circulam na Capital da Paz. "A cerca de boatos veiculados em grupos de WhatsApp a respeito de uma suposta lista de pessoas que seriam alvo se sequestradores, esclarecemos que: A polícia, em primeiro lugar, age com discrição no que tange suas investigações em curso, e não passa de porta em porta divulgando informações ou fatos sigilosos; Recentemente, uma motorista de transporte individual foi vítima de um sequestro, posta no porta malas de seu carro, e o veículo usado por criminosos para tentar cometer um assalto; Esse assalto foi tentando contra a casa de um empresário da cidade, mas o crime não se consumou; As demais informações veiculadas, de que existe uma lista de possíveis vítimas, inclusive crianças em escola, não passam de boatos e exageros de quem quer criar alvoroço na cidade".

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...