ANO: 25 | Nº: 6487

Viviane Becker

viviminuano@hotmail.com
Colunista social do Jornal Minuano, Viviane Becker é experiente jornalista de geral e conhecida editora do caderno de variedades Ellas.
25/10/2019 Caderno Ellas

A trilha sonora de sua vida - Kadinho

Foto: Reprodução JM

por Nathalia Godoy
Acadêmica de Jornalismo da Urcamp

 

José Ricardo Fabrício da Silva, residente em Bagé, graduado em Educação Física pela  URCAMP, desde 2009, com especialização em futebol e futsal pela Universidade Estácio de Sá.  Kadinho, como é conhecido artisticamente, tem 32 anos, mas convive com a música desde muito cedo, através de influência da mãe que escutava muito samba. Assim, aos poucos, ele foi pegando gosto pelos instrumentos percussivos começando a aprender tantan, pandeiro, surdo, também se interessou por bateria e violão e buscou aprendizado no Instituto Municipal de Belas Artes (Imba).

O músico começou sua carreira tocando em pequenos eventos com amigos. Em 2004, foi convidado para tocar percussão em um grupo do bairro vizinho ao que morava. Aos poucos, sentiu a necessidade e a oportunidade de encarar novos desafios, pois sabia todas as letras e cantava no tom certo das músicas e, a partir daí, não parou mais.

Em  2007, entrou para a banda Moleque Atrevido como cantor, onde se apresentava em várias casas noturnas de Bagé e região. De 2010 até 2015, esteve à frente do Grupo Dançai, onde fez aberturas de grandes shows como Sorriso Maroto, Os Travessos, Ricardinho, Chimarruts, Makavo e trios elétricos no Carnaval da praia do Cassino.

Desde 2016, atua com o projeto solo Kadinho e banda fazendo shows em casas noturnas, bares, restaurantes e festas particulares aqui e nas cidades vizinhas. Em seu repertório, traz músicas comerciais dos mais variados estilos, sempre adaptando-as ao pagode. Tem grandes influências na música como Alexandre Pires, SPC, Exaltasamba, Belo, dentre outros.

 

Ellas: O que você julga ser mais importante na música?

Kadinho: Faço música por amor, e é muito gratificante poder levar alegria as pessoas. Por intermédio dela, conheço cada vez mais pessoas e algumas das que já conheci se tornaram amizades para a vida toda. 

 

Ellas: Qual seu recado para a galera nova que também sonha com seu lugar ao sol na música?

Kadinho: Não deixem que as pessoas coloquem valor (preço) no seu trabalho. Músico é trabalhador igual a qualquer outro e só ele sabe das necessidades e dificuldades diárias. Portanto sonhem, trabalhem muito e, principalmente, valorizem-se".

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias do caderno

Outras edições

Carregando...