ANO: 25 | Nº: 6458
29/10/2019 Região

Primeira ETA de Hulha Negra recebe licença da Fepam

Foto: Joanes Araujo/Especial JM

Reunião com representantes da Pampa Sul e Prefeitura tratou sobre os próximos passos para implantação da Estação e adutora
Reunião com representantes da Pampa Sul e Prefeitura tratou sobre os próximos passos para implantação da Estação e adutora
O problema histórico de abastecimento de água em Hulha Negra começará a ser resolvido com a construção de uma Estação de Tratamento de Água (ETA), a primeira no município e que deve ser construída na Trigolândia, cerca de três quilômetros da sede do município, e de uma rede adutora de água que ligará o reservatório de água da UTE Pampa Sul e a ETA de Hulha Negra e permitirá a captação de água para o município na barragem da Usina.
A Prefeitura recebeu da Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) a Licença Prévia de instalação que permite a realização da obra. A iniciativa, viabilizada por meio de um convênio com a UTE Pampa Sul, prevê que a ETA, localizada próxima ao Clube Concórdia, tenha capacidade de tratamento de 20 metros cúbicos (m³) de água por hora, capacidade que atende a demanda atual do município e, conforme as previsões de crescimento de Hulha Negra, deverá suprir as necessidades da cidade por muitos anos.
Na quinta-feira (17), acompanhado do vice-prefeito, Marco Igor Ballejo Canto, e dos secretários municipais, Hector Bastide e Wagner Tavares, o prefeito de Hulha Negra, Renato Machado, esteve reunido com a direção da UTE Pampa Sul, em Candiota.
No encontro, Machado reforçou a afirmação de que a UTE Pampa Sul produz muito mais que energia. "A instalação da UTE Pampa Sul nos trouxe esperança. É um empreendimento que veio para mudar a nossa realidade nos últimos 25 anos tanto na parte econômica, como na parte social e ambiental e em outras tantas áreas. Reafirmo que a direção da Usina tem sido parceira do nosso município agrademos muito", salientou o prefeito.
A construção da ETA foi pauta do encontro. O gerente geral da obra da UTE Pampa Sul, Luiz Torres, explicou que, com a licença emitida pela Fepam, serão iniciadas as etapas para a contratação da empresa que realizará a obra. "Sabemos da importância dessa parceria para a população de Hulha Negra e ficamos contentes em poder colaborar para solucionar um problema tão grave que o município enfrentava, que era o abastecimento de água da sua população. Estimamos que no segundo semestre de 2020 seja possível concretizar a ETA e a adutora", destaca Torres.
No encontro foi definido que o canteiro de obras do empreendimento será instalado na Trigolândia, em local cedido pela prefeitura. A nova estação vem complementar o conjunto de ações desenvolvido pela atual administração, no sentido de assegurar a eficiência no abastecimento e produção de água no município. Hulha Negra é abastecida, hoje, por poços artesianos, que somam uma produção de 40 mil litros/hora. Com a nova estrutura, além de poder ofertar água tratada pela ETA, a rede de água será incrementada. “O município tem dificuldade de abastecimento no verão e a população sofre com a falta de água”, comenta o prefeito.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...