ANO: 25 | Nº: 6382
30/10/2019 Empreendedor

Escola Educartte promove Feira de Ciências e Tecnologia

Foto: Alisson Chagas/Especial JM

Projetos apresentados aos pequenos envolvem física, química, biologia e tecnologia
Projetos apresentados aos pequenos envolvem física, química, biologia e tecnologia
A Escola Educartte promoveu, no dia 25 de outubro, uma Feira de Ciências e Tecnologia com trabalhos desenvolvidos com os alunos de até cinco anos. A proposta na Educação Infantil privilegia o campo de experiência “Espaços, Tempos, Quantidades, Relações e Transformações”, orientado pela Base Nacional Comum Curricular, de acordo com a diretora Helena Ceratti. Os trabalhos dos alunos foram máximas dos projetos de sala desenvolvidos até o momento e envolveram conhecimentos das áreas de física, química, biologia e tecnologia.
Com abordagens lúdicas e cheias de encantamento aos olhos dos pequenos cientistas, os professores da escola contam com entusiasmo os resultados da feira, que movimentou a semana de atividades da escola. “A feira foi um marco no projeto do G4, que tem por objeto de estudo e temática os animais peçonhentos. Os alunos se mostraram empenhados na descrição do passo a passo das experimentações simuladas, o que prova que o trabalho foi significativo”, salienta a professora Laura Meireles, docente da pré-escola.
Ao cair da tarde, em uma estrutura especial, os pais dos alunos, familiares, amigos e convidados chegaram na escola para apreciar os trabalhos das crianças. Entre as experiências e simuladores, um dos destaques foi o “drone de pulverização”, que, durante toda a exposição, pode ser operado no local da feira. Os alunos de tempo integral estudam, neste semestre, a aplicação da tecnologia nas atividades agro e têm na sua essência de trabalho atividades que vão, literalmente, da mão na terra ao touch screen - tema da campanha de matrículas 2020 da escola.
Outro destaque foi a presença do Clube de Astronomia do IFSul - Bagé. Os acadêmicos, orientados pelo professor Ânderson Ritta, apresentaram ferramentas pedagógicas para o ensino de astronomia aos pequenos. Um dos objetos mais experimentados do estande foi o óculos de realidade virtual, que atraiu a atenção dos alunos, que são nativos digitais.
Para os bebês, experimentações sonoras e vibratórias utilizando tecnologia puderam ser sentidas pelos pais. Os diversos estímulos sensoriais que são aplicados nos berçários foram compartilhados com os pais no estande “Sensações e Reações”. Ainda entre os trabalhos, as placas tectônicas e a formação dos vulcões, um simulador de soro antiofídico e a criação do leite psicodélico, com a desintegração das moléculas de gordura.
Segundo o gestor de soluções educacionais da escola, professor Alisson Chagas, a Escola Educartte tem como norte um ensino voltado para a tomada de situações socialmente relevantes. Os alunos são envolvidos em um universo de conhecimento, onde são cumpridos os objetivos de aprendizagem e desenvolvimento de cada idade. “Na Educartte, os pais dos alunos têm como resultado final das produções performance com conteúdo”, enfatiza.
Para mais informações sobre a escola ou as atividades desenvolvidas, o contato pode ser feito através do telefone 3240-0303 ou diretamente na Educartte, localizada na avenida José do Patrocínio, nº 528.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...