ANO: 26 | Nº: 6544
02/11/2019 Esportes

Após queda para o Inter-B, é hora de formatar o ano do centenário

Foto: Antônio Rocha

Clube fecha temporada do futebol bajeense em 2019
Clube fecha temporada do futebol bajeense em 2019
O torcedor se mobilizou. Os jogadores dividiram cada lance como se fosse o último. Mas a qualidade técnica colorada sobressaiu-se na noite de quinta-feira, no estádio Pedra Moura. Novamente, o Inter-B venceu o Bagé por 2 a 1, com gols de Léo Bahia (contra) e Pedro Lucas – Léo Bahia descontou para o Bagé-, e deu adeus ao sonho jalde-negro de jogar uma competição nacional no ano de seu centenário. Decepcionados, todos ficaram. Entretanto, não faltaram aplausos nas arquibancadas para um time que, se tiver sua base mantida, com mais alguns acréscimos, pode fazer bonito na Divisão de Acesso. Então, já é hora de projetar 2020. Por isso, o jornal MINUANO conversou com o presidente Rafael Alcalde, que dissertou sobre vários assuntos.

Avaliação
"Foi uma excelente participação, com um ótimo grupo e ótimo desempenho. Azar no sorteio. Pelotas, por exemplo, alcançou a série D passando por Cruz Alta e São Borja. Nem precisa jogar as semifinais. Mas estamos no caminho certo, disputando e competindo em tudo que participamos".

Legado
"Temos um grande legado para o acesso. O mais interessante é que muitos atletas querem ficar. Bagé se tornou, no interior do Estado, um excelente clube para se trabalhar. Isso que temos muito a melhorar em estrutura ainda. Mas ficamos felizes quando os jogadores querem dar continuidade".

Futuro de Badico
"Badico e sua comissão são, naturalmente, os preferidos e escolhidos por mim e pelo Rodrigo (Trindade). Ontem, após o jogo, já saímos para jantar e traçar algumas metas e planejamentos. A questão está no modelo a ser escolhido para 2020. Para isso hoje (ontem), às 18 horas, no Pedra Moura, haverá uma reunião de toda diretoria e o Rodrigo para avaliação e prospecção. A parceria dependerá do aval da diretoria e do aval do Rodrigo, quanto às condições de ambas as partes. Mas tudo indica que sim. Após a reunião, saberemos".

Presidência em 2020
"A presidência do Bagé no ano do centenário deve ser de Carlos Alberto Ducos e Luís Carlos Alcalde, dois ícones da história jalde-negra. Se eles forem pra presidência, componho com eles um triunvirato. Tudo dependerá da reunião de hoje (ontem). Se todos diretores se unirem e cada um assumir sua responsabilidade, teremos parcerias, time forte e grande chance de sucesso. A bola está com a nossa diretoria. Ela definirá o tamanho que querem que o Bagé alcance. Este ano serviu de experiência para um modelo novo de fazer futebol. Alguns narizes tortos, porém tudo está se ajeitando e se aparando as arestas".

NÚMEROS DE 2019 (GERAIS)
28 jogos
12 vitórias
10 empates
6 derrotas
33 gols marcados
18 gols sofridos
Aproveitamento de 54,7%

PARTICIPAÇÃO NA COPA SEU VERARDI
12 jogos
6 vitórias
4 empates
2 derrotas
19 gols marcados
7 gols sofridos
Aproveitamento de 61,1%

GOLEADORES EM 2019
Léo Bahia – 6 gols
Cris Magno – 5 gols
Maicon Santana, Welder e Vinícius – 3 gols
Rômulo e Emílio – 2 gols
Jaime, Diego Rocha, Rafinha Carletti, Fabinho Capixaba, Gustavo Nogy, Sílvio, Capinha, Leomir, Ricardo Bierhals, Wallan, João Felipe, Gustavinho e Matheus Freitas – 1 gol cada

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...