ANO: 25 | Nº: 6486

Lia Maria Herzer Quintana

Reitora da Urcamp e presidente da Fundação Attila Taborda
06/11/2019 50 anos do Direito

"Estar comemorando o cinquentenário mostra o quanto esta instituição é forte", destaca reitora da Urcamp sobre curso de Direito

Foto: Tiago Rolim de Moura

por Lia Maria Herzer Quintana
Reitora da Urcamp

"Para falar dos 50 anos do Direito, é importante lembrar o contexto em que esse curso nasceu: há 67 anos, a instituição começou a ofertar Ensino Superior no interior, em um local onde a maioria das pessoas não tinha condições de se deslocar para estudar. O curso de Direito, surgiu pouco tempo depois, da mesma forma e com o mesmo propósito.
Nessas cinco décadas, formamos profissionais que atuam em todos os ramos do Direito: juízes, delegados, procuradores, promotores, advogados, todos os segmentos que a profissão pode contemplar. Então, de forma ativa e direta, o curso atuou em prol do desenvolvimento regional, já que forneceu profissionais de qualidade, formados para atender as demandas da comunidade.
Grande parte dos professores do curso são egressos. Ou seja, a instituição se retroalimenta da própria qualidade do profissionais formados aqui. Atualmente, por exemplo, 90% da Procuradoria Jurídica da Instituição de Ensino Superior é formada por ex-alunos, profissionais que ajudaram nas construções e negociações que temos hoje e na renovação da instituição.
É importante destacar que o curso completa 50 anos no momento em que a Urcamp se reinventa. Nós temos que estar em constante atualização para atender as necessidades dos alunos e o modelo da Graduação I veio com esse objetivo.
Agora, estar comemorando o cinquentenário mostra o quanto esta instituição é forte e vai permanecer. Vai passar esta gestão, já passaram outras, e a Urcamp vai se perpetuar, uma vez que é um serviço da comunidade, uma instituição que nasceu para a comunidade e assim ela vai continuar.
Com certeza não vou estar, aqui, nos 100 anos, mas alguém vai estar e poderá comemorar essa data, ver o curso se perpetuar."

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias do caderno

Carregando...