ANO: 26 | Nº: 6590
12/11/2019 Cidade

Funcionários do Caminho da Luz paralisam atividades hoje

Os funcionários do Caminho da Luz decidiram por paralisar os atendimentos e as atividades nesta terça-feira. A manifestação ocorre devido ao atraso de salários na instituição. A maioria dos profissionais que atuam na entidade está com três meses de atraso na folha. "Há colegas que estão utilizando os poucos recursos que tem para custear o transporte. Outros, com dificuldade até para manter suas despesas básicas", enfatiza a gerente administrativa do Caminho da Luz, Patrícia Britto. Ela, juntamente com as colegas Lígia Gomes, Mauren Marques, Alexandra Freitas e Regina Machado formaram uma comissão em nome dos funcionários e informaram a decisão ao presidente do Caminho da Luz, Ruibar Freitas, na manhã de ontem.
O grupo destaca que sabe do esforço da direção em tentar buscar junto à Prefeitura os valores referentes aos convênios, mas ressalta que não tem mais como suportar essa situação. A instituição está sem receber recursos da Secretaria de Assistência Social, Habitação e Direitos do Idoso há oito meses. Não há repasse de valores por parte da Secretaria de Educação e Formação Profissional há seis meses. O atraso no repasse via Secretaria de Saúde e Atenção à Pessoa com Deficiência completou dois meses. O total de recursos não repassados pelo Município ultrapassa R$ 435 mil. Os dados são até outubro de 2019.  
A instituição presta cerca de 2,5 mil atendimentos mensais relativos aos convênios com o Município (na parte clínica, áreas de Saúde e Educação, e dos grupos de convivência, na Assistência Social). Isso corresponde a mais de 74% dos atendimentos prestados pela instituição como um todo nas respectivas áreas. "Se não é o apoio da população, em iniciativas como o Pedágio Farroupilha, doações, o próprio Jantar Luz, realizado no final de semana, a situação seria ainda pior", reforça Patrícia, ao mencionar que muitos funcionários tiraram empréstimos pessoais para tentar amenizar a situação, mas a falta de recursos está impedindo a renovação de empréstimos.
"Chegamos a uma situação desesperadora. Estamos buscando uma audiência com o prefeito Manoel Machado para buscarmos uma solução imediata. Já fomos informados que se até o final da próxima semana (dia 22) não tivermos uma solução, os atendimentos serão interrompidos a partir do dia 25 por tempo indeterminado", ressalta o presidente do Caminho da Luz, Ruibar Freitas.
Os funcionários destacam, contudo, que optaram por retomar as atividades na quarta e quinta-feira. Os atendimentos não serão feitos pelos turnos manhã e tarde, sendo que poderá ocorrer uma caminhada pela Avenida Sete de Setembro em direção à Prefeitura para um ato público de mobilização. A concentração será a partir das 13h30min, na instituição. Os pais dos assistidos estão sendo informados sobre a suspensão dos atendimentos nesta terça-feira.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...