ANO: 26 | Nº: 6543

Egon Kopereck

egonkopereck@gmail.com
Pastor da Congregação Evangélica Luterana da Paz
23/11/2019 Egon Kopereck (Opinião)

Deus faz tudo bem

Amigos leitores,
A nossa vida é cheia de surpresas. Muitas vezes, passamos por situações que não entendemos. Desejamos algo e aquilo não se realiza. E nós nos decepcionamos, por vezes, nos revoltamos, culpamos todo mundo, inclusive a Deus. Em vez de reclamar e nos perguntar: Por quê? Deveríamos nos humilhar e perguntar: "Senhor! Para quê? O que queres me dizer e ensinar?"
Certo homem fez uma viagem de avião. Este homem era temente a Deus e, antes de viajar, orou pedindo a proteção divina para sua viagem. Durante a viagem, quando sobrevoavam o mar, um dos motores falhou e o piloto teve que fazer um pouso forçado no oceano. Muitos morreram, mas este homem se salvou, conseguindo se agarrar em alguma coisa que o conservava boiando sobre as águas. Assim conseguiu chegar até uma ilha desabitada.
Ao chegar a praia, cansado, porém com vida, agradeceu a Deus por este livramento da morte. Ali, na ilha, ele conseguiu se alimentar com peixes e ervas. Conseguiu derrubar algumas árvores e com muito esforço construiu uma casinha para se abrigar. Não era bem uma casa, mas um abrigo tosco, feito com paus e ramos de árvores. Porém, era a sua proteção. Ele ficou satisfeito e agradeceu a Deus por isso, porque agora poderia dormir um pouco mais abrigado e seguro, sem medo dos animais que talvez pudessem existir na ilha.
Um dia ele se afastou um pouco mais do seu abrigo para pescar. E, de fato, conseguiu pegar vários e bonitos peixes. Assim ele voltou bastante satisfeito, com comida bastante para se alimentar. Mas ao se aproximar do seu local de refúgio, que decepção! Seu abrigo, sua casinha pegou fogo e estava reduzido á cinzas. Nova decepção! Por que, meu Deus, por quê?"Sentado sobre uma pedra, ele chorava e dizia: "Deus! Como o Senhor deixou isso acontecer comigo? Era o meu abrigo, eu precisava dele. Era tudo o que eu tinha. Por que, Senhor, por quê?"
Nesse mesmo momento, uma mão pousou no seu ombro e ele ouviu uma voz que disse: "Vamos rapaz!"
Ele se virou para ver quem estava falando com ele, e qual foi a sua surpresa quando viu em sua frente um marinheiro, todo fardado, dizendo: "Vamos rapaz, nós viemos te buscar."
"Mas como é possível? Como vocês souberam que eu estava aqui?"
"Ora, amigo! Vimos os seus sinais de fumaça, pedindo socorro. O capitão, então, ordenou que o navio parasse, e nos mandou vir até aqui para lhe ajudar e levar até o navio, naquele barco que está logo ali adiante."
Assim, entraram no barco, e aquele homem foi salvo, podendo retornar para junto dos seus familiares.
Quantas vezes "nossa casa se queima" e nós gritamos, como aquele homem, nos desesperamos, e não percebemos que, também ali, numa situação, muitas vezes, delicada, Deus está falando conosco e buscando o nosso bem? Diz em Romanos 8.28: "Todas as coisas contribuem para o bem daqueles que amam a Deus." Às vezes é muito difícil aceitar isso, mas é assim mesmo. Para que, Senhor? Ensina-me a te ouvir, mesmo naqueles momentos em que tudo parece estar dando errado, e aceitar os teus caminhos em minha vida. Deus nos diz em Isaías 55.8: "Porque os meus pensamentos não são os vosso pensamentos, nem os vossos caminhos, os meus caminhos, diz o Senhor.", e acrescenta em Jeremias 29.11: "Eu é que sei que pensamentos tenho a vosso respeito, diz o Senhor; pensamentos de paz e não de mal, para vos dar o fim que desejais."
Então, amigo leitor! É preciso acreditar e confiar: Deus sempre quer o melhor pra nós.
Um abraço,

Pastor da Congregação Evangélica Luterana da Paz

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...