ANO: 25 | Nº: 6398
02/12/2019 Região

Escritório Municipal da Emater completa 25 anos de atividades em Candiota

Foto: Divulgação

Evento homenageou ex-funcionários e ex-prefeitos
Evento homenageou ex-funcionários e ex-prefeitos
O CTG Candeeiro do Pago, em Candiota sediou, na sexta-feira, a festa de homenagem aos 25 anos do Escritório Municipal da Emater/RS-Ascar. A cerimônia teve o objetivo de prestar homenagens a quem fez parte da história do escritório no município. Na ocasião, foram homenageados ex-funcionários e ex-prefeitos, além de parceiros de trabalho.
A abertura foi realizada pelo gerente adjunto do Escritório Regional da Emater/RS-Ascar de Bagé, Rodolfo Perske. Em seguida, juntamente ao prefeito do município, Adriano dos Santos e o vice, Gil Deison, foi feita uma homenagem a equipe atual da unidade de Candiota. Logo após, a extensionista social Hulda Alves conduziu a homenagem aos ex-colegas, ex-prefeitos e ex-vices. O 1º secretário de Agropecuária do Município, Vital Cardoso Abreu, também foi homenageado. As entidades parceiras também receberam suas homenagens, como Banco do Brasil, Banrisul, Sicredi, Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Sindicato Rural, Câmara de Vereadores, Jornal Tribuna do Pampa, entre outros.
Estiveram presentes cerca de 150 pessoas, entre produtores rurais e homenageados. Durante a cerimônia, foi servido um coquetel de vinho e carne de ovelha, oferecidos por produtores e pela Vinícola Miolo. No encerramento do evento, aconteceu a apresentação de um grupo nativista do município.
Para a extensionista Hulda Alves, muito mais que comemorar uma data, foi possível ter provas concretas da importância da Emater/RS-Ascar e o impacto que a instituição tem na vida dos produtores, além da credibilidade conquistada junto aos mesmos, as parcerias e a confiança que gestores e ex-gestores depositam na empresa. "Destaco o fator humano, através da presença do ex-colegas que por aqui passaram. Não é novidade que estamos num momento instável do ponto de vista econômico e porque não dizer jurídico na nossa casa, mas ver os colegas se manifestarem externando a alegria de trabalhar na Emater, o reencontro entre si e com os produtores, com os ex-gestores, isso nos dá ânimo para seguir em frente. Entendemos que os laços afetivos construídos são fortes e é exatamente isso que sustenta a qualidade dos serviços de extensão rural prestados ao nosso público", destaca.

 

Deixe seu comentário abaixo

Outras edições

Carregando...