ANO: 25 | Nº: 6398
02/12/2019 Cidade

Michel Teló marca com apresentação cheia de carisma e alegria

Foto: Antônio Rocha

Teló subiu ao palco pouco depois das 22h
Teló subiu ao palco pouco depois das 22h

Paranaense criado no Mato Grosso do Sul, mas com coração gaúcho, Michel Teló botou os bajeenses para dançar na noite de sábado. O show do sertanejo, que aconteceu no Parque do Gaúcho, foi uma celebração promovida pelos supermercados Nicolini, em homenagem aos 40 anos da rede.
O evento reuniu mais de cinco mil pessoas, incluindo fãs do cantor vindos de outras cidades da região, como Candiota, Hulha Negra, Aceguá, Dom Pedrito e Pelotas. Para garantir a segurança do público, o efetivo da Brigada Militar foi dobrado, com reforços de Santana do Livramento, Dom Pedrito, Candiota e Caçapava do Sul.
O cantor chegou ao Parque pouco depois das 21h, cercado por um forte esquema de segurança. Antes do show, recebeu a imprensa para um bate-papo rápido, onde falou sobre sua relação com o povo gaúcho e o show especial que preparou para celebrar as quatro décadas do Nicolini.
Filho de gaúchos, Teló ressaltou que se sente em casa no Rio Grande do Sul. "Fui criado em CTG, ouvindo música gauchesca e participando de invernadas. Sempre sou muito bem acolhido no Estado e em Bagé o povo é muito hospitaleiro. Recebo muito carinho aqui", contou.
Além da música, o cantor também tem fluido por outras vertentes nos últimos anos, principalmente após o início da série "Bem Sertanejo", quadro apresentado por ele no Fantástico, onde resgata a história do "modão raiz", o sertanejo clássico. Dentro do projeto de resgate da música sertaneja de raiz, o músico lançou um livro e um musical, onde canta e atua.
E essa mudança também reflete em sua música. Logo após começar carreira solo, ao sair do grupo Tradição, apresentou um sertanejo mais pop, dançante. Mas nos últimos anos tem apresentado trabalhos mais voltados ao sertanejo tradicional. "Foi um processo natural. Fui criado no Mato Grosso do Sul, onde o sertanejo raiz é forte. Quando vim com músicas mais dançantes, também já existia a vontade de trazer raiz", relatou o cantor.
Durante o show, Teló mostrou um pouco de seu lado gaúcho, cantando várias canções do repertório tradicional do Rio Grande do Sul. "Preparei um show especial, com algumas canções gauchescas, que ouvi e cantei a minha infância inteira. É uma mistura de música sertaneja com gauchesca", adiantou pouco antes de subir ao palco.
Exatamente às 22h15min, abriu o show com um dos maiores hits da carreira, "Ei, psiu, beijo, me liga", "Ai se eu te pego" e "Humilde Residência". Teló também convidou um cantor para subir ao palco. Adão Silveira, que viajou de Herval para acompanhar o show, disse sonhar com participação no programa The Voice Brasil, no qual Teló atua como técnico. Ele aproveitou a oportunidade no palco cantando o sucesso 'Página de Amigos'.

Uma noite de presente aos bajeenses
Um dos idealizadores do show, o diretor executivo dos Supermercados Nicolini, Patrique Nicolini, destaca que a rede fecha o ano com chave de ouro, oferecendo um grande show nacional gratuito para os bajeenses. "Estamos planejando essa festa há mais de um ano. Pensamos no show e estamos muito felizes com a noite de hoje, com o clima muito bom. O Teló pega essa galera mais família e era isso que a gente pretendia", conta.
Para Nicolini, o show também é uma forma de retribuir a preferência dos bajeenses, que há 40 anos escolhem os mercados do Frango Gostosão para realizar suas compras. "Essa comemoração é para compartilhar a memória das nossas vitórias. Os bajeenses podiam escolher estar em qualquer mercado e nos escolhem. Então temos que retribuir um pouco de tudo que fizeram por nós", destacou.
O diretor executivo aproveitou a ocasião para, além de agradecer, convidar os bajeenses para seguirem participando da história da rede. "Agradecemos por cada minuto e por cada compra que fizeram conosco. Esperamos ser dignos de ter a preferência deles por mais 40 anos, se Deus quiser".
A noite também foi marcada pela abertura da apresentação do Teatro do Bebé, que subiu ao palco pouco antes das 20h30min. O palhaço, inclusive, participou da prestação de contas da campanha Troco do Bem, realizada pela rede durante o ano. Em 2019, foram distribuídos mais de R$ 272 mil pelo Nicolini em nome dos clientes. Começou com a entrega de R$ 100 mil para o Hospital Universitário de Bagé, mantido pela Fundação Attila Taborda (Fat/Urcamp), em março; R$ 50 mil para a Vila Vicentina, em maio; R$ 50 mil para Fundação José e Auta Gomes, em agosto; e, durante a celebração, a entrega de R$ 72,2 mil para a Liga Feminina de Combate ao Câncer.
Também, durante a noite, foi realizada a conclusão da Promoção "Gostosão é Quarentão", com a entrega da premiação dos vencedores da 8ª e última fase da campanha: Patrícia Vargas Piuga, de Dom Pedrito, ganhou um Fiat Mobi; Luana Machado da Silva, de Bagé, também ganhou um Fiat Mobi; e Fabiane Costa de Almeida, de Bagé, levou para casa a moto CG 190 CC. Durante o ano de 2019, a promoção sorteou oito carros, sete motos, 19 tabletes e 35 vale-compras.

Festa em família
Horas antes do show, o público já começava a se instalar no parque. Muitas famílias, idosos e jovens davam o tom da comemoração, que transcorreu de forma tranquila, sem incidentes.
A família Beron fez parte do grupo que chegou cedo, com cadeiras em punho, para garantir uma vista privilegiada do palco. O casal Fabrício Beron, 20 anos, e Bruna Veloso, 18 anos, a filha do casal, Isabella, a vó, Vera Maria, 64 anos, e um amigo do casal, Maicon Jardim Camargo, 25 anos, chegaram pouco antes das 20h.
Fãs do cantor sertanejo, eles contam que vinham se preparando para o show desde que souberam da apresentação gratuita. "De capa de revista. Nunca tinha acontecido isso aqui, um show grande e de graça. É um presentão do Nicolini", ponderou Vera.
Já Beron falou sobre a aprovação da mudança de local, anteriormente previsto para ocorrer no largo da Praça Silveira Martins. "Achei ótima a mudança. Aqui no parque, mesmo sendo um pouco mais longe, tem mais espaço, é mais confortável. Dá para ter acesso ao show com mais facilidade", disse ele, junto à filha Isabella, que aos cinco meses prestigia o primeiro show da vida.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...