ANO: 26 | Nº: 6590
04/12/2019 Segurança

Morre ex-subeditor do Jornal Minuano

Foto: Arquivo pessoal

Antônio Luiz Girasol tinha 68 anos
Antônio Luiz Girasol tinha 68 anos

Antônio Luiz Girasol, ex-subeditor do Jornal Minuano, morreu na madrugada de ontem, em casa, aos 68 anos. Ele era natural de Pelotas.

Girasol trabalhou nas rádios Cultura, Clube e Difusora de Bagé e também foi um dos primeiros profissionais a integrar o quadro da RBS TV local. Em entrevista para o programa Guardados da Memória, da TV Câmara, em 2018, ele relatou sobre sua infância. Contou que veio aos 13 anos para Bagé, morar com a avó, quando os pais foram para São Paulo, pois seu pai era vendedor ambulante e sua mãe era dona de casa.

Relembrou que o sobrenome tem origem italiana, que morou anos próximo à Praça das Carretas e também residiu, durante um tempo, com sua avó na Vila Vicentina, quando era possível ter moradores. Destacou que sempre gostou de rádio e tinha uma de brinquedo, que deu o nome de Rádio “Xerife”, por gostar do mundo do faroeste e das histórias em quadrinhos. O profissional, aliás, começou a trabalhar na imprensa em 1970, a convite da rádio Difusora, na equipe esportiva de Mário Codevila. Com o passar dos anos, foi locutor de programas musicais, operou mesa e fez narração.

Morou em São Paulo, onde trabalhou na Rádio Bandeirantes, na mesa de transmissão. Quando retornou para Bagé, integrou a antiga TV Bagé, atual RBS TV, onde ficou durante três anos, indo, na sequência, para a rádio Cultura, e, posteriormente, em 1994, foi convidado a ser colunista do Jornal Minuano. No impresso, escrevia uma coluna esportiva e, em 1996, se tornou integrante da equipe, escrevendo notícias esportivas. Também atuou como repórter e chegou a ocupar a função de subeditor (editor assistente). A coluna mais famosa do comunicador era “É Verdade”, onde escrevia sobre temas românticos. Em 2002, entrou para a Rádio Clube, onde ficou alguns anos, conciliando com o Minuano. Em 2012, deixou o jornal e ficou um tempo afastado da imprensa bajeense. Em 2018, retornou à rádio, a convite de um amigo, e integrou a equipe da Nova FM.

Girasol era divorciado e deixa um filho. Ele foi velado durante a madrugada de ontem, na Capela São Judas Tadeu. O sepultamento, no Cemitério da Santa Casa de Caridade de Bagé, aconteceu às 10h.

 

 

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...