ANO: 26 | Nº: 6541
09/12/2019 Esportes

Definida a rota da dupla Ba-Gua na Divisão de Acesso

Foto: Yuri Cougo Dias

Todos os clubes enviaram representantes
Todos os clubes enviaram representantes

Representantes dos 16 clubes estiveram presentes, na manhã de sábado, nas dependências da Prefeitura de Bagé, para alinhavar o destino da Divisão de Acesso de 2020. A competição, aliás, ganha um ingrediente a mais, pelo fato de poder contar com a realização de dois clássicos Ba-Gua, um dos mais antigos e tradicionais do futebol gaúcho. Após cerca de duas horas de conversa, o acerto é de que a primeira fase inicie no dia 1° de março e encerre em 26 de abril, com quatro quartas-feiras de folga. A partir dos mata-matas, os jogos serão sempre nos finais de semana.
O formato permanece o mesmo das edições anteriores. Serão dois grupos com oito equipes. Os quatro primeiros avançam para as quartas de final; já o lanterna de chave será rebaixado para a Terceirona. Os dois finalistas estarão automaticamente garantidos na série A do Gauchão.  Em relação aos atletas, as transferências entre clubes podem ocorrer até a quarta rodada.
Será permitido que sejam relacionados três jogadores por equipe que tenham atuado no Gauchão. Outro assunto enaltecido pelo presidente da Federação Gaúcha de Futebol (FGF), Francisco Noveletto, é da necessidade de campanhas em combate ao racismo e homofobia, casos, aliás, que ocorreram em vários locais do Rio Grande do Sul, em 2019. “Nada mais justo trazer o congresso para Bagé, a fim de prestar essa homenagem pelos 100 anos do Bagé e o centenário do primeiro título gaúcho do Guarany. Fomos muito bem recebidos pela cidade. Dificilmente vocês da imprensa verão um congresso com tanta harmonia. Geralmente, o bicho pega, pois todo mundo quer levar alguma vantagem. Mas não há como agradar todo mundo. Porém, deixo a federação muito feliz, pela colaboração dos clubes”, ressalta o dirigente, que se dedicará, a partir de 2020, ao cargo de vice-presidente da CBF.
Para a Divisão de Acesso, há a possibilidade de um canal próprio da FGF para transmissão dos jogos, que seria pago - em vez da plataforma atual (Mycuujo) que, segundo Noveletto, acarretou em prejuízos para a entidade. Sobre realizar o congresso fora da sede, ele aponta como uma possível tendência nos próximos anos. “Melhora o nível. O investidor nota isso, sente a organização do campeonato e acaba acreditando. Na série A, já fizemos em Santiago (Chile), Buenos Aires, Espanha, Itália, Caribe. Na série B, também daremos algum estímulo. Faço isso porque já fui dirigente. Eles deixam suas famílias e empresas para se dedicar ao futebol, que gera muito estresse e pauleira”, argumenta.

Palavra de Badico

O técnico do Bagé, Badico, reforça a necessidade de ambos os clubes da cidade se unirem para promoção do clássico, em termos de apoio financeiro e da comunidade. “São duas direções extremamente equilibradas, com pessoas do bem. Espero que órgãos públicos e empresas abracem os dois clubes, pois será um ano fantástico. A nossa rivalidade é na disputa dentro das quatro linhas. Fora, temos que ser éticos, corretos e amigos. Inclusive, estamos trabalhando na possibilidade de um patrocínio que possa ser exposto nas duas camisas. Temos que saber usar as duas marcas, que são extremamente fortes”, destaca.
Quanto à preparação, Badico espera um elenco de 26 a 28 jogadores. A apresentação deve ocorrer entre 20 e 25 de janeiro. Mas antes disso, os jogadores já terão responsabilidades a cumprir. “Eles já receberam, da parte física, um cronograma de trabalho para as férias, com meta de percentual de gordura. Quem se apresentar fora do padrão estabelecido, será dispensado. Faço isso em todos os clubes que dirijo, pois a mecânica e o resultado do atleta depende exclusivamente do seu corpo e parte física”, contextualiza.
Por fim, Badico também destacou a necessidade da estrutura, tema frequente nas ações do Bagé. “O Rafael Alcalde e o Rodrigo Trindade têm plena consciência sobre as melhorias que precisam. Estamos fazendo cinco suítes novas. Terá a obra do vestiário dos visitantes; uma estrutura nova para acesso do adversário, para não ser por dentro do estádio, por questões de segurança. Melhorar a estrutura física e ter cordialidade são as máximas do futebol”, frisa.

Palavra de Vanderson

O técnico Vanderson Pereira irá para sua segunda temporada no Guarany, algo raro no futebol nacional. Quem dirá no do interior. Para ele, o fator primordial para retornar foi a seriedade no planejamento. “Quando encerrei o trabalho, primeiramente, achei que tinha que voltar para minha casa, pois tinha ficado cinco meses distantes. Após esse descanso, avaliei bem as situações. Não serei hipócrita em dizer que não tive sondagens, até com propostas financeiras boas. Mas nem tudo é dinheiro. As pessoas do clube sempre foram corretas comigo e isso pesou para que eu retornasse ao Guarany”, pontua.
Sobre o fato de ter dois clássicos Ba-Gua, Vanderson reconhece o que envolve o jogo. Mas reitera que não se pode perder a atenção nos outros. “Por natureza, é um jogo diferente, movido à paixão. Mas, nós, como profissionais, temos que valorizar todos os jogos. Não adianta fazer um bom Ba-Gua e ir mal em toda a competição. Claro que é importante, deixa a casa cheia e mobiliza a comunidade. Mas precisamos estar preparados para tudo”, enfatiza.
Sobre o elenco, Vanderson revela que a média de idade será de 27 a 28 anos. “Alguns nomes ainda não foram anunciados, até por precaução. Mas o torcedor pode ter certeza que estamos pensando muito em cada nome. Claro, temos que respeitar o aspecto financeiro, problema, aliás, que todos os clubes passam. Mas, se montássemos um elenco mais velho, poderíamos ter problemas lá na frente. Haverá jogos nas quartas e domingos”, ressalta o treinador. A pré-temporada deve ser aberta de 50 a 45 dias antes do início da Divisão de Acesso.

CHAVES

GRUPO A - Tupi, União Frederiquense, Passo Fundo, Cruzeiro, Igrejinha, Brasil-FA, Glória e Veranópolis
GRUPO B - São Paulo, Bagé, Guarany, Guarani-VA, Inter-SM, São Gabriel, Avenida e Lajeadense

PRIMEIRO TURNO

CAMINHO ALVIRRUBRO
1°/03 - Guarany x Guarani-VA
08/03 – Bagé x São Paulo-RG
11/03 – Avenida x Bagé
15/03 - Guarani-VA x Bagé
18/03 – Bagé x São Gabriel
22/03 – Inter-SM x Bagé
29/03 – Bagé x Guarany

CAMINHO JALDE-NEGRO
1°/03 – Lajeadense x Bagé
08/03 – Bagé x São Paulo-RG
11/03 – Guarany x Inter-SM
15/03 – Guarany x Avenida
18/03 – Lajeadense x Guarany
22/03 – Guarany x São Paulo-RG
29/03 – Bagé x Guarany

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...