ANO: 26 | Nº: 6590
13/12/2019 Fogo cruzado

Ministro Onyx Lorenzoni garante Bagé no programa de Escolas Cívico-Militares

Foto: Michael Paz/EspecialJM

Lorenzoni recebeu documentação durante reunião com Adriana, Lara e Machado
Lorenzoni recebeu documentação durante reunião com Adriana, Lara e Machado
Em audiência em Porto Alegre, ontem, o ministro Chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, garantiu que a cidade de Bagé está incluída no programa de escolas cívico-militares. A inclusão garante a transferência de recursos específicos para a cidade. Adaptações já foram realizadas em duas instituições. Também foi criado um programa municipal, através de lei aprovada pelos vereadores.
Bagé não integrou a primeira lista de cidades selecionadas para o Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares, anunciada pelo governo federal, no dia 21 de novembro. Ontem, o prefeito Manoel Machado, do PSL, e a secretária Municipal de Educação e Formação Profissional, Adriana Lara, entregaram dossiê com todos os documentos, comprovando que o município estava desde o início dentro das regras estabelecidas pelo Ministério da Educação. “Desde o início, fizemos todo o cronograma e a inscrição prevista, portanto, ficamos surpresos com a notícia de que faltou documento”, explicou a secretária, ao entregar a documentação.
A inclusão do município viabiliza a liberação de R$ 1 milhão para reformas e contratação de monitores. “Bagé vai estar incluído no programa, no mais tardar em fevereiro. A verba está assegurada”, declarou o ministro.
Para incluir o município de Bagé, Onyx explicou que novas medidas burocráticas devem ser tomadas, como ofício assinado pelo governador, o que já foi solicitado pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado Luís Augusto Lara, do PTB, que acompanhou o encontro de ontem. “A decisão de incluir Bagé está tomada”, afirmou Lorenzoni.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...