ANO: 25 | Nº: 6458
14/12/2019 Cidade

Bioma em foto

Foto: Filipe Bálsamo Torbes Idalgo/EspecialJM

Exemplar da foto foi fotografado pelo aluno do Curso de Ciências Biológicas da Urcamp, Filipe Bálsamo Torbes Idalgo, no município de Quaraí, Rio Grande do Sul
Exemplar da foto foi fotografado pelo aluno do Curso de Ciências Biológicas da Urcamp, Filipe Bálsamo Torbes Idalgo, no município de Quaraí, Rio Grande do Sul
Gecko-do-campo ou Homonota uruguayensis é uma espécie de lagarto terrestre com atividade diurna e noturna, nativo do Rio Grande do Sul e Uruguai, ocorrendo no departamento ao norte do Rio Negro, inserindo à região de Artigas, Salto, Paysandú, Rivera e Tacuarembó, e, no Brasil, é registrado somente no Sudoeste do Rio Grande do Sul, nos municípios de Alegrete, Quaraí, Rosário do Sul e Santana do Livramento. Alimenta-se de artrópodos, com destaque para aranhas e besouros. Ao se sentir ameaçada, a espécie vocaliza e realiza autotomia caudal (mecanismo de fuga utilizado por lagartixas e lagarto para escapar de predadores). São encontrados sob pedras soltas, ou em fendas, de afloramentos rochosos de basalto e arenito, que também servem como proteção contra predadores. As fêmeas vivem mais tempo que os machos, e, ao verão, depositam de um a dois ovos e há registros de ninhos comunitários. Para saber mais sobre essa ou outras espécies da flora e fauna do Bioma Pampa, entre em contato com o Curso de Ciências Biológicas da Urcamp, pelo telefone (53) 3242-8244, ramal 212.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...