ANO: 26 | Nº: 6523

Egon Kopereck

egonkopereck@gmail.com
Pastor da Congregação Evangélica Luterana da Paz
14/12/2019 Egon Kopereck (Opinião)

Meu coração é o presépio de Jesus

Amigos Leitores!

As cidades estão em festa. Abertura do Natal Luz em Santana do Livramento, Natal do Bem em Bagé e outras cidades, programações do, já badalado, Natal Luz de Gramado. Em todo lugar vemos cidades enfeitadas, programações especiais acontecendo. Luzes enfeitando praças, ruas, casas, prédios. É um clima diferente, de alegria e festa.
Amigo! Não corra demais. Não pense que o Natal é só correria, estresse, gastos, uma loucura. Que o presépio desse Natal não seja apenas coisas, nichos com estatuetas, imagens lembrando os acontecimentos do primeiro Natal, mas que, na maioria das vezes, ficam ali só para enfeitar, porque é tradição, costume muito antigo, de gerações, mas que ninguém observa ou lembra do seu real sentido e significado. Que o presépio do menino Jesus esteja bem preparado, enfeitado e destacado em nosso coração. Ali ele faz toda a diferença. Ali ele traz paz e esperança. Ali ele irradia vida, amor e paz para todos que vivem ao nosso redor. Deixa Jesus, o aniversariante do Natal, a verdadeira razão de ser e festejar essa data, encher o teu coração, e assim levar paz e amor para dentro do teu lar, do convívio com teus amigos, na sociedade, trabalho e meio onde vives, enfim, para todas as pessoas. Só assim, todas as luzes, enfeites, programações farão sentido. Só assim o Natal será uma festa esperada e festejada com muita alegria, porque lembramos, agradecemos e cantamos o presente que Deus nos deu em seu Filho, o Salvador Jesus.
Repito novamente: Natal sem Jesus é vazio e sem sentido. Natal sem Jesus é só correria, algo estressante, cansativo, preocupante, a medida que se gasta mais do que tem, e se fica feliz quando tudo passou.
Amigos leitores! Não deixemos Jesus de fora da nossa festa. Que nossos abraços, felicitações, votos e comemoração, tenham sempre esta motivação e este centro de atenção. E assim, à medida que os dias transcorrem, que os anos passam, que essa alegria nos acompanhe e faça falar e brilhar o amor de Jesus para todos que vivem ao nosso redor.
Uma conversa, entre mãe e filha de cinco anos, que se ouviu recentemente, dizia assim:
"Mãe! Quantos dias falta para o Natal?
- Dez dias, minha filha.
- Ah, Mãe, Tomara que chegue logo! Família reunida, todo mundo feliz, presentes, Papai-Noel ... Será que o Papai-Noel vai trazer o que eu pedi?
- Ah, filha! Se tu te comportares direito, obedeceres o pai e a mãe, ajudares a mãe na limpeza da casa, aí ... acho que sim."
Será que essa criança conhece o aniversariante do Natal? Será que ela sabe o significado da festa?
Cuidemos de ensinar aos nossos filhos o verdadeiro sentido e significado do Natal. Os presentes, os enfeites, a festa, tudo que gira em torno da data, é para lembrar do grande presente que Deus nos deu. Diz a Bíblia: "Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crê, não pereça, mas tenha a vida eterna." (João 3.16)
Nesse espírito, boa preparação e, desde já, feliz e abençoado Natal!


Pastor da Congregação Ev. Luterana da Paz

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...