ANO: 25 | Nº: 6458
19/12/2019 Fogo cruzado

Edimar propõe criação de Programa de Educação Empreendedora

Foto: Sidimar Rostan/Especial JM

Projeto apresentado pelo líder do Republicanos ainda tramita nas comissões técnicas
Projeto apresentado pelo líder do Republicanos ainda tramita nas comissões técnicas
Projeto de Lei apresentado pelo líder do Republicanos, vereador Edimar Fagundes, pode instituir, no município, o Programa de Educação Empreendedora no Ensino Fundamental e Ensino Médio. A proposta tramita nas comissões técnicas da Câmara, sem previsão de votação em plenário. Como o Legislativo deve entrar em recesso parlamentar a partir da próxima semana, a expectativa é a de que a matéria tramite apenas a partir de 2020.
O programa proposto por Fagundes deverá promover a cultura empreendedora de forma transversal aos conteúdos. Entre os objetivos específicos estão a ampliação e disseminação da educação empreendedora; o desenvolvimento de características comportamentais empreendedoras que eduquem a criança e  o jovem para o mundo do trabalho; e o estímulo à implantação de práticas educacionais que congreguem a comunidade escolar através de inovações e projetos que explorem ideais e negócio.
A redação prevê que as instituições de ensino poderão incluir, em seus currículos, conteúdos e atividades que promovam a cultura empreendedora no projeto pedagógico e no plano escolar visando a realização de práticas que contemplem o processo de ensino-aprendizagem. Para executar o programa, as instituições poderão celebrar parcerias com órgãos federais, estaduais, municipais, além de entidades da sociedade civil organizada.
Fagundes argumenta que ‘o projeto tem como objetivo disseminar a cultura empreendedora e orientar para o plano de negócios, de maneira a estimular os comportamentos empreendedores entre crianças e adolescentes, incentivando-os à prática do empreendedorismo e o protagonismo juvenil. “Os conteúdos podem ser inseridos na matriz curricular como atividade transdisciplinar, ou podem ser ofertados em horários alternativos (extraclasse)”, observa, na justificativa apresentada ao Legislativo.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...