ANO: 26 | Nº: 6577

Rochele Barbosa

rochelebarbosa@gmail.com
Jornalista formada pela Universidade da Região da Campanha. Responsável pela produção e reportagem do caderno de Saúde do Jornal MINUANO
06/01/2020 Caderno Minuano Saúde

Benefícios da fisioterapia para a terceira idade

Foto: Divulgação

CAPA
CAPA

Envelhecer é um processo natural, que acontece em todos os indivíduos não atingidos por doenças letais. À medida em que o ser humano envelhece, experimenta alterações no organismo. No entanto, cada pessoa reage de uma forma diferenciada ao processo de envelhecimento.
A fisioterapia, bem como toda a atividade física, tem um papel essencial neste contexto, porque estimula as várias funções do organismo, prevenindo ou tratando diferentes situações.
Nesta edição, a fisioterapeuta Ana Flores de Quadros irá explicar sobre essas atividades.

Tratamento fisioterápico para envelhecimento com saúde
A profissional ressalta que algumas modificações, com o envelhecimento, vão aparecer, como a diminuição de massa muscular e óssea, diminuição de resistência muscular, aumento e redistribuição de gordura, degenerações articulares e alterações de memória.
“São observadas alterações na coordenação motora, equilíbrio, alterações posturais, alterações nos padrões da caminhada, o que pode ser um fator de risco para quedas e suas complicações”, destaca Ana.
Estudos apontam que, em menos de 20 anos, o Brasil estará entre as nações mais populosas de indivíduos idosos, chegando a superar o número de crianças até 2050. “Crescem o número de pesquisas sobre o assunto, que investigam métodos para proporcionar a esse público uma melhor qualidade de vida”, conta.
O tratamento fisioterápico ocorre baseado em conhecimentos científicos e faz uso de vários métodos manuais (mobilizações, massagem, exercícios físicos e respiratórios) ou aparelho, visando manter a funcionalidade e o bem-estar do idoso.
As vantagens da fisioterapia são muitas, como a melhora mais rápida, diminuição no uso de medicações, diminuição no risco de quedas, mais independência nas atividades de vida diária, podendo ocorrer estímulos de natureza física, emocional, intelectual e social.
O campo da fisioterapia é amplo, não se limitando a um tipo de atendimento. A profissão exige muita criatividade e o fisioterapeuta dispõe de conhecimento e capacitação para atendimento em diversas áreas.
Geralmente, o fisioterapeuta é bastante solicitado para atender idosos que sofrem de problemas nas articulações, como artrose, artrite, dores na coluna, osteoporose, fraturas, alterações no equilíbrio (labirintite), problemas neurológicos (Acidente Vascular Cerebral, Mal de Parkison), pós-operatórios, mas é importante lembrar que também atua nas incapacidades e limitações impostas ao idoso.
A fisioterapia pode ser realizada em hospitais, clínicas ou a domicílio (na casa do idoso).
Cada vez mais tem crescido o interesse pelo atendimento a domicílio para idosos, em função das grandes vantagens oferecidas, como, por exemplo, as sessões, que são realizadas no conforto de casa, facilitando para aqueles pacientes que precisam que alguém os leve até a clínica. Há flexibilidade de horários; tecnologia de equipamentos portáteis, que podem ser carregados; análise do ambiente, o que permite detecção de riscos para queda ou acidentes ao idoso; além do atendimento personalizado, dando condições à família para acompanhar melhor o tratamento e evolução do idoso.
Não há fórmula pré-determinada de técnicas para serem usadas no atendimento, pois tudo depende da necessidade do organismo e dos objetivos estipulados durante a avaliação. O importante é não ficar parado, dar prioridade ao movimento, pois com os exercícios busca-se a saúde, através da liberação de energia estagnada na musculatura, muitas vezes culpada pelo mal funcionamento geral do indivíduo.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Outras edições

Carregando...