ANO: 26 | Nº: 6587

Egon Kopereck

egonkopereck@gmail.com
Pastor da Congregação Evangélica Luterana da Paz
11/01/2020 Egon Kopereck (Opinião)

O dom de servir

Amigos leitores!
Ainda estamos curtindo os primeiros dias de um novo ano. Diante de nós novos desafios, metas a serem atingidas, planos e objetivos.  Dentre todos esses, um deveríamos priorizar: Amar mais, servir mais e reclamar menos.
Toda a natureza é um anelo de servir. Serve a nuvem, serve o vento, serve a chuva, serve o sol, serve a noite, serve o dia. Sê tu alguém que serve com amor, alegria e disposição.
Onde houver uma árvore para ser plantada, plante-a. Onde houver um erro para ser corrigido, corrija-o. Onde houver um trabalho para ser feito, faça-o.  Sê tu aquele que remove a pedra do caminho, o ódio dos corações e as dificuldades dos problemas. Há a alegria de ser sincero, justo e honesto, mas há sobretudo a alegria maravilhosa e imensa de servir.
Que monotonia seria a nossa vida, se tudo fosse encontrado pronto, feito. Sempre existe a possibilidade de uma roseira para ser plantada, de uma obra para ser inciada, de uma meta a ser perseguida.
Amigo!  Não te deixa atrair apenas pelos trabalhos fáceis. É muito mais gratificante e proporciona mais alegria e realização, aceitar um desafio que outros renunciaram e, com luta, trabalho, esforço e empenho conseguir fazê-lo. Mas não caia no erro de pensar que só há méritos nos trabalhos grandes e difíceis.  Há também pequenos préstimos que são bons e grandes serviços. Adornar uma mesa, arrumar os livros, limpar o jardim, plantar uma flor, acariciar uma criança, dar tempo a quem precisa, ajudar um cego a atravessar a rua, ajudar um idoso a subir um degrau.
Há aqueles que criticam, outros que destoam.  Há os cansados, os descansados, os cansativos e os incansáveis. Se tu aquele que serve incansavelmente.  
Deus, o Criador de tudo, que fez todas as coisas e nos dá tudo por graça e amor da sua parte, ele veio ao mundo, em seu Filho Jesus, para servir.  E ele espera que nós, que fomos assim amados por ele, respondamos a esta dádiva, com amor, alegria, humildade, fidelidade e serviço. Não que as nossas obras, o nosso esforço, o nosso servir, os nossos méritos mereçam a graça de Deus, mas são frutos, consequência da nossa ligação com ele, resposta ao seu grande amor por nós.
Servir é fruto do amor.  Servir é próprio do cristão. A Bíblia diz no Salmo 100: “Servi ao Senhor com alegria”.
2020 está diante de nós. Que tal colocarmos como uma das metas para o ano, servir mais, amar mais, reclamar menos, agradecer mais, trabalhar mais, orar mais, buscar mais a Deus, aquele que nos serviu primeiro e mais do que tudo. Quem seria capaz de dar a própria vida por quem não merece?  Pois Deus o fez em Jesus, por nós.
É bom destacar que, amar mais, servir mais, não significa ser conivente com o erro, fechar os olhos para o que não é certo. Como cristãos temos um estatuto muito claro e objetivo: A Bíblia Sagrada, e é a ela que seguimos, defendemos e, por ela, nos norteamos.  Deus ama o pecador, mas rejeita e odeia o pecado.  Por isso, em 2020, vamos pecar menos e procurar andar mais nos caminhos de Deus, para dele recebermos a bênção e o seu amor.

Mais uma vez:  Um feliz e abençoado 2020 a todos.
Pastor Egon Kopereck

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...