ANO: 25 | Nº: 6489
27/01/2020 Esportes

Guarany fará amistoso contra o Cerro Largo

Foto: Antônio Rocha

Torcedor conheceu jogadores na sexta-feira
Torcedor conheceu jogadores na sexta-feira

Com apenas uma semana de trabalho, um adversário de peso já cruzará o caminho do Guarany. E não é nada menos que o Cerro Largo, clube de Melo (Uruguai) que disputará, pela primeira vez em sua história, a Libertadores da América. O confronto está agendado para este sábado, às 20h, no estádio Arquitecto Antonio Eleuterio Ubilla. Pode se considerar um teste de fogo, pelo pouquíssimo tempo de trabalho.
Os uruguaios entram na fase de repescagem da Libertadores contra o Palestino, do Chile. O jogo de ida será no dia 5 de fevereiro, em Maldonado. Especulou-se, anteriormente, que a partida ocorresse em Melo, a 120 km de Bagé. Contudo, a Conmebol não liberou o local.
Mesmo que a apresentação oficial do elenco tenha ocorrido apenas na sexta-feira, o Guarany topará o desafio. A proposta para atuar com os uruguaios ocorreu mediante articulação do advogado Alfredo Castilhos, advogado e colaborador alvirrubro, que exerce mandato de vereador em Aceguá. Acontece que Castilhos é sócio-fundador do Cerro Largo. Por isso, a facilidade para agendamento do amistoso.
Mas embora a apresentação tenha acontecido na sexta-feira, os atletas alvirrubros treinam desde a terça-feira passada. Então, até a data do duelo com o Cerro Largo, serão, pelo menos, 10 dias trabalhados, com intensificação na preparação física. Na última vez que Guarany e Cerro Largo se enfrentaram, a situação era bem diferente.
O duelo ocorreu em 17 de agosto de 2017, com uma vitória por 3 a 2 dos uruguaios. De um lado, o Guarany, treinado por Paulo Afonso Coelho (Leco), se preparava para a Copa Paulo Santana. Do outro, o time de Melo brigava na ponta da tabela na segunda divisão uruguaia, onde veio a se tornar campeão. E, na temporada seguinte, garantiu a classificação para a Libertadores. 

Apresentação do elenco

Com cerimonial no gramado e forte apoio da torcida Índio Guerreiro, o Guarany apresentou, na sexta-feira à noite, os 22 jogadores e a comissão técnica que atuarão na Divisão de Acesso. Do elenco anunciado, a única ausência ficou por conta do centroavante Paulo Henrique, que transferiu-se para a Europa. Contudo, a tendência é de que nos próximos dias, entre quatro e cinco reforços sejam anunciados. E na comissão técnica, a novidade foi Kauê Monteiro, que anteriormente fazia a função de assessor de imprensa. A partir de agora, será analista de desempenho.
Em meio aos discursos, cornetas não faltaram para o rival. Presidente do Guarany, Tato Moreira ressaltou a importância do apoio do torcedor, na apresentação, para que os jogadores tenham a percepção da relevância do clube. “Eles já entenderão o quanto o Guarany é grande e que está fora do lugar que merece. Obrigado por acreditarem no nosso projeto. Torcedores, façam muito barulho, pois vocês sabem o que é levantar taça e andar no caminhão dos Bombeiros. Já o outro lá não sabe o que é isso”, disparou.
Por parte do técnico Vanderson Pereira, declarações fortes também não faltaram. Campeão invicto da Terceirona, em 2019, destacou o carinho que ficou pelo Guarany. “Não existe campeonato fácil. O que existe é trabalho e resultados. Quando o Guarany fez o convite para eu treiná-lo pela segunda vez, antecipou um passo. Nisso, pudemos montar um grupo competitivo. Todo adversário que pisar nesse estádio vai sofrer, inclusive, os nossos vizinhos”, enfatizou. A estreia do Guarany, na Divisão de Acesso, está programada para 1° de março, contra o Guarani de Venâncio Aires, no estádio Antônio Magalhães Rossell.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Outras edições

Carregando...