ANO: 26 | Nº: 6494
31/01/2020 Cidade

Prefeitura de Candiota estabelece agenda com empresas que mantêm trabalhadores chineses

Foto: Tiago Rolim de Moura

Medida foi motivada pela preocupação com o novo coronavírus. Na imagem, detalhe de comemoração do Ano Novo Chinês em empresa que atua na Capital do Carvão
Medida foi motivada pela preocupação com o novo coronavírus. Na imagem, detalhe de comemoração do Ano Novo Chinês em empresa que atua na Capital do Carvão
A Secretaria Municipal de Saúde de Candiota inicia, hoje, uma série de agendas junto às empresas que atuam com mão de obra chinesa na cidade. A medida foi motivada pela preocupação com o novo coronavírus, que surgiu na cidade chinesa de Wuhan. Os postos de trabalho alvos da ação, no município, correspondem ao setor de geração de energia.
O secretário de Saúde, Fabiano Aquere, destaca que não existe qualquer indicativo da doença. “Estamos um passo à frente. É importante deixar bem claro que não temos nenhum caso. Apenas adotamos uma conduta vigilante”, pontua, ao tranquilizar a população de Candiota.
A pauta das reuniões, agendadas para o período da manhã, deve servir para detalhar informações sobre o contingente de estrangeiros e agendas de trabalhadores chineses, bem como tratar sobre orientação para as empresas, em uma espécie de procedimento padrão, adotado por outras administrações em circunstâncias semelhantes.
Candiota não integra nenhum boletim epidemiológico do Ministério da Saúde, confirmando que nenhum caso suspeito do novo coronavírus foi identificado no município. Mas o assunto é tratado com cuidado pela gestão da saúde, diante de diferentes dimensões sociais, principalmente tentando evitar a perspectiva de estigmatização. “É importante destacar que apenas estamos fazendo um trabalho preventivo, uma espécie de mapeamento da população”, destaca Aquere.
Os boletins epidemiológicos apresentam orientações em todas as áreas de atuação do Sistema Único de Saúde (SUS), especificando a definição de casos suspeitos, prováveis, confirmados e descartados. Os documentos também indicam medidas de prevenção, recomendando ações de higiene, como lavar as mãos e evitar espirrar e tossir sem proteger a pessoa que está na sua frente.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...