ANO: 26 | Nº: 6524
01/02/2020 Fogo cruzado

Iniciam tratativas para revisão da taxa de lixo em Aceguá


Uma agenda realizada junto ao Ministério Público, nesta semana, reuniu o prefeito de Aceguá, Gerhard Martens, e membros do Legislativo para tratar sobre a possibilidade de alteração da Lei que institui a cobrança da taxa de lixo no município.
O assunto foi pauta de reportagem do Jornal MINUANO na edição de 20 de janeiro. Na publicação, por exemplo, foi evidenciado que moradores da cidade reclamavam da inserção do tributo, proposto pelo Executivo e aprovado pelo Parlamento. Com a mudança, os moradores, que antes pagavam apenas pelo IPTU, receberam um acréscimo, referente à coleta de resíduos. Segundo repassado à reportagem, anteriormente, em 2016, o próprio município pagava pela de coleta para uma empresa. Isso custava, na época, R$ 259 mil e, ano passado, atingiu R$ 431 mil. Com a taxa, o montante passa a ser custeado pela população. Pelo texto aprovado, os valores anuais são de R$ 297,22, para endereços residenciais, e R$ 416,13, para os comércios.
Após a agenda no MP, os representantes do Legislativo, o presidente Edmundo Pichler e as vereadoras Liziane Jardim e Jaqueline Ferreira marcaram audiência na Defensoria Pública com objetivo de buscar elementos que embasem uma alteração "que atenda ao interesse da população".

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...