ANO: 26 | Nº: 6577

Dilce Helena Alves Aguzzi

dilcehelenapsicologa@gmail.com
Psicóloga
04/02/2020 Dilce Helena Alves Aguzzi (Opinião)

O primeiro dia de aula

Tudo começa na escolha do ambiente educativo, que deve contemplar as necessidades da criança e também os valores humanos adotados pela família. Depois de feita a escolha, a família deve conversar sobre a importância do estudo, de sentir-se bem na escola e de preparar-se para as descobertas que estão por vir. A família pode favorecer que a ansiedade natural das novidades encontradas nos primeiros dias de aula seja amenizada com atitudes encorajadoras e de fortalecimento da autoconfiança do aluno, mesmo em crianças pequenas. Também conhecer a forma de agir da equipe educacional em relação aos primeiros dias de aula, fases de adaptação, etc, ajuda a manter as mamães mais tranquilas, fator este que é preponderante para uma criança mais feliz na escola. Pesquisas recentes apontam que mães estressadas, inseguras e com medo deste momento de transição ou separação temporária dificultam enormemente a boa interação e adaptação de seus filhos.
Contar para os filhos momentos em que foi feliz ou superou dificuldades em seus anos de estudante também tem um grande poder de inspirar confiança nos pequenos. Visitar os espaços pedagógicos antes do primeiro dia, conhecendo a equipe educativa é importantíssimo, pois a criança assim terá noção mais clara do que vai encontrar e de como se posicionar tornando os primeiros dias de menor insegurança. Por fim, a melhor preparação para a criança é a atitude dos pais. Pais inseguros com a acolhida oferecida pela escola ou que não demonstram confiança na equipe educacional, mesmo que não digam uma palavra a respeito disso, repassam esses sentimentos ambivalentes, prejudicando o desenvolvimento da criança. Pais que encorajam os filhos a encarar bem adversidades como parte integrante da vida preparam melhor bons estudantes, capazes de enfrentar bem desafios comuns como a nova professora, novos colegas e demais mudanças que podem surgir sem desgastes desnecessários.
Enfim, incentivar o desenvolvimento de estudantes responsáveis contribui para o surgimento de cidadãos aptos para lidar com os obstáculos da vida sem entrar em pânico.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...