ANO: 26 | Nº: 6577
29/02/2020 Fogo cruzado

Prefeito quer investigação por coloração da água em Bagé

Foto: Tiago Rolim de Moura

"A administração estranha a ocorrência de alteração", argumentou Divaldo
O gabinete do prefeito Divaldo Lara emitiu, na manhã de sexta-feira, um ofício solicitando, ao diretor do Departamento de Água, Arroios e Esgoto de Bagé (Daeb), Graciano Pereira, providências para apuração dos possíveis motivos que resultaram na alteração da coloração da água, durante o mês de fevereiro.

O documento, segundo o Executivo, solicita que seja avaliada, com procedimento administrativo, a responsabilidade técnica e operacional que ocasionaram os episódios. "Com ajuda da população, detectamos os locais que estavam recebendo água com esta coloração. Após esta análise e, considerando que atendemos 120 mil pessoas, estamos abrindo esta investigação para saber o porquê destes locais pontuais passarem a ter essa diferenciação dos demais", frisou Divaldo.

O prefeito ainda lembra que o governo realizou obra de interligação das barragens do Piraí e da Sanga Rasa, 'aumentando em cerca de 40% a capacidade de armazenamento e que esta obra possibilitou a Bagé não entrar em racionamento neste crítico período vivido por outros municípios'. Também frisou a construção de um novo reservatório, instalado nas dependências da Estação de Tratamento de Água, na zona norte da cidade, que armazena 4 milhões de litros extras.

"Com as diversas obras de melhorias para a qualidade da água, a administração estranha a ocorrência de alteração, neste ano, e considera que o processo administrativo trará clareza à população de Bagé sobre o ocorrido, visto que não houve fato semelhante nos três anos anteriores", menciona trecho de nota enviada à imprensa. O diretor do Daeb, por sua vez, afirma que, nos últimos dias, a água voltou ao seu estado de normalidade em todos os locais cujo acompanhamento vem sendo realizado.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...