ANO: 26 | Nº: 6526
06/03/2020 Cidade

Prefeito de Candiota decreta situação de emergência por estiagem

Foto: Divulgação

Moradores do interior são abastecidos com caminhão-pipa
Moradores do interior são abastecidos com caminhão-pipa
A Prefeitura de Candiota decretou emergência devido à "baixíssima precipitação pluviométrica ocorrida nos últimos meses de 2019 e durante este ano, que tem sido insuficiente para captação e reposição de volume nos açudes, bem como as altas temperaturas e ventos constantes". A oficialização da medida, tomada no dia 27, somente foi divulgada ontem. Além disso, de acordo com o Executivo, não existe previsão de chuva por, no mínimo, mais 20 dias, "tornando a situação preocupante'.

De acordo com o prefeito, Adriano Castro dos Santos, o decreto é um procedimento que vem sendo feito por todos os municípios da AzonaSul. "Inclusive, representando o Cideja, estivemos em agenda com o governador do Estado, Eduardo Leite, nesta quarta-feira, 4, buscando soluções e apoio para os municípios atingidos pela estiagem, assim como a celeridade na homologação dos decretos de emergência, que hoje estão levando mais de 40 dias para serem homologados", relatou.

O chefe do Executivo relata, ainda, que algumas medidas já estão sendo tomadas, como a locação de um caminhão-pipa, desde dezembro, para levar água ao interior do município para o consumo de 130 famílias. Até semana passada, o abastecimento ocorria dia sim, dia não, mas, nesta semana, o serviço já foi intensificado e está sendo realizado diariamente. "Também solicitamos ao Exército mais um caminhão e já locamos mais um para esta semana. Mas, infelizmente, a perda nas lavouras já é muito intensa", afirmou.

A Secretaria de Agropecuária informou que a situação está causando sérios danos ao setor agropecuário por insuficiência de água no interior do município, afetando principalmente a atividade leiteira e a produção de sementes e hortaliças.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...