ANO: 26 | Nº: 6586
10/03/2020 Segurança

Acusado por morte registrada próximo ao Residencial Guarani, em 2016, será julgado hoje

Nesta terça-feira, a partir das 9h30min, no Tribunal do Júri do Fórum da Comarca de Bagé, acontece o julgamento de Adão da Rocha Cardoso, 60 anos, acusado de matar Michael da Silva Oliveira, na noite de 8 de maio de 2016, por volta da 00h20min, próximo ao portão de entrada do “Residencial Guarani”, no bairro São Jorge.

Segundo a sentença de pronúncia, proferida pela juíza Naira Melkis Caminha, Cardoso matou a vítima mediante disparo de arma de fogo. Na ocasião, ele teria atirado contra Oliveira por estar incomodado com os ruídos sonoros supostamente ocasionados pela vítima e pelas pessoas que o acompanhavam, fator que teria perturbado o sossego do acusado.

O crime foi cometido, também, ainda segundo a sentença de pronúncia, mediante recurso que dificultou a defesa da vítima, visto que o réu, em preparada situação de armamento, aproximou-se do ofendido, iniciou discussão com ele e, quando a vítima já não mais esperava, efetuou disparo fatal, "fatores que, somados, reduziram sensivelmente as possibilidades de reação ou fuga".

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...