ANO: 26 | Nº: 6590
11/03/2020 Segurança

IGP aguarda definição de locação de nomeados e Bagé pode ser contemplada

Foto: Divulgação

Durante a cerimônia de entrega de cinco novas viaturas para o Instituto-Geral de Perícias (IGP), ontem, em frente ao Palácio Piratini, o governo do Estado anunciou o cronograma de nomeações para o órgão.
Conforme o governador Eduardo Leite, 170 vagas são para perito criminal, técnico em perícias e perito médico-legista, bem como cadastro reserva serão preenchidas ao longo de três anos – sendo 95 já no próximo mês. Outros 38 estão previstos para março de 2021 e mais 37 em março de 2022.
Segundo informações da assessoria do órgão, não existem definições ainda sobre as locações dos servidores, pois é preciso determinar o número exato de nomeações aprovadas, para só então definir o local de atuação de cada profissional. Contudo, Bagé pode ser uma das cidades contempladas.

IGP cronograma

A atual gestão assumiu o Estado com um quadro de 256 peritos criminais e deverá terminar o mandado com 273 – conforme projeção de aposentadorias e chamamento de servidores do IGP. "A chegada de novos servidores está dentro da realidade financeira do Estado e ajuda a recompor o quadro do IGP. O chamamento estava sendo demandado pela sociedade e pelos servidores, que se desdobravam para atender às solicitações. O chamamento deve incrementar o trabalho das vinculadas no combate à criminalidade", afirmou a diretora-geral do órgão, Heloísa Kuser.
Realizado em 2017, o concurso do IGP foi suspenso pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) por problemas relativos ao gabarito. Desde então, um grupo de trabalho foi formado por Secretaria da Segurança Pública, Procuradoria-Geral do Estado (PGE) e Fundatec para cumprir as deliberações do TCE e sanear o concurso.
No dia 21 de novembro de 2019, o Tribunal emitiu parecer favorável e o governo pôde retomar o processo. Desde então, o grupo de trabalho, juntamente com as secretarias da Fazenda e de Planejamento, Orçamento e Gestão, vinha estudando um cronograma segundo as condições e perspectivas de caixa do Estado. “Estamos divulgando esse cronograma com a máxima responsabilidade que esse governo sempre tem, dentro das condições fiscais e econômicas do nosso Estado. É um importante chamamento e, de imediato, já são 95 novos servidores que devem começar o curso de formação no mês de abril”, afirmou Ranolfo.

 

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...