ANO: 26 | Nº: 6590
17/03/2020 Segurança

Tentativa de homicídio ocorrida em 2014 vai a júri popular hoje

Carlos Alexandre Borges Ritta e Alisson Yan Machado Ritta (menor na época do fato) serão réus no julgamento de hoje, a partir das 9h30min, no Tribunal do Júri do Fórum da Comarca de Bagé, acusados de terem tentado matar Alberto dos Santos Modernel, no dia 11 de outubro de 2014, por volta das 23h, em via pública, na Rua 741, bairro Prado Velho.

Conforme a sentença de pronúncia do processo, proferida pela juíza Naira Melkis Caminha, os denunciados Carlos Alexandre Borges Ritta e Alisson Yan Machado Ritta, em comunhão de esforços e conjugações de vontades, tentaram matar Alberto dos Santos Modernel, 'no mínimo assumindo o risco de produzirem o resultado morte, ao efetuarem disparos de arma de fogo contra a vítima'.

Na ocasião, Modernel se encontrava nas imediações da residência de sua namorada, momento que Carlos Alexandre teria efetuado, aproximadamente, seis disparos de arma de fogo contra a vítima. O delito, segundo a sentença de pronúncia, foi por motivo torpe, uma vez que o denunciado Carlos Alexander agiu por vingança, em razão de desavenças anteriores entre seu sobrinho e Modernel.

O crime, diz a sentença de pronúncia, também foi cometido mediante recurso que dificultou a defesa do ofendido, uma vez que a vítima foi atingida em preparada situação de armamento e de surpresa, o que lhe reduziu sensivelmente as possibilidades de reação. O denunciado Alisson concorreu para o crime na medida em que acompanhou seu tio na execução criminosa, dando-lhe cobertura e conferindo-lhe superioridade numérica para a consecução do crime.

 

 

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...