ANO: 26 | Nº: 6576
18/03/2020 Segurança

Visitas em presídios terão avaliação para evitar contágio do coronavírus

Foto: Tiago Rolim de Moura

PRB está superlotado e restrições já iniciaram
PRB está superlotado e restrições já iniciaram

A Superintendência de Serviços Penitenciários (Susepe) determinou, até o dia 23 deste mês, alguns procedimentos preventivos para visitas no sistema prisional do Estado, devido à pandemia do coronavírus. As visitas, conforme divulgado, serão restritas. Para tanto, será realizada uma triagem por meio de questionário a ser aplicado pelo servidor responsável. Além disso, será feita a medição da temperatura por meio de equipamento fornecido pela Seapen/Susepe. Sendo alguma das respostas ao questionário positiva, ou a temperatura igual ou superior a 37,8 graus Celsius, o caso será considerado suspeito. Em complementação a esses procedimentos objetivos, diz a Susepe, cabe a observação do servidor quanto à presença dos sintomas relacionados anteriormente.

Pessoas maiores de 60 anos, menores de 12 anos e mulheres grávidas não poderão visitar os apenados, limite de um visitante por preso, visitas realizadas nos pátios (local aberto), sob a supervisão de uma agente penitenciário, salvo necessidade diversa em razão das peculiaridades do estabelecimento prisional, a ser justificada pelo Diretor. 

Segundo o delegado adjunto da 6ª Delegacia Penitenciária, Eduardo Berbigier, os diretores irão definir como proceder em cada unidade. Em Bagé, o diretor do Presídio Regional de Bagé (PRB), Alessandro Severo, informa que as visitas ocorrem normalmente, mas apenas um visitante é autorizado por apenado. “Temos, hoje, no PRB, 640 apenados, sendo que nossa capacidade é de 240 presos. Não há como fazer medidas de isolamento pela superlotação. Então, o que estamos fazendo é algumas restrições de visitas e vamos manter o local higienizado e arejado, conforme possível”, destacou.

Severo ainda destaca que as sacolas de higiene para os apenados estão sendo recebidas e também foram canceladas todas transferências. “Temos estoques de álcool gel e também máscaras para uso, caso for necessário”, finalizou.

 

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...