ANO: 26 | Nº: 6494

Viviane Becker

viviminuano@hotmail.com
Colunista social do Jornal Minuano, Viviane Becker é experiente jornalista de geral e conhecida editora do caderno de variedades Ellas.
20/03/2020 Caderno Ellas

Curiosidades sobre o Butiá

Foto: Reprodução JM

Uma planta comum no Sul do Brasil, o butiazeiro faz parte da paisagem e da cultura do Rio Grande do Sul. Muitos bajeenses estão se lambuzando com os famosos butiás nesta temporada.

Pesquisando, descobri que a Embrapa Clima Temperado (Pelotas, RS) integra, em sua agenda de trabalho de pesquisa, o desenvolvimento da cultura do butiá, quanto à sua diversidade, usos, manejo e conservação.

Eles explicam que, de novembro a março, os frutos estão prontos para consumo e podem se apresentar de diversas maneiras, amarelos ou alaranjados, doces ou amargos, suaves ou ácidos. O fruto de textura firme é constituído por muitas fibras, e por isso, gera a dúvida, se pode ou não, ser consumido in natura. Segundo a bolsista de pós-doutorado que trabalha no projeto Rota dos Butiazais, Marene Marchi, a polpa pode ser consumida naturalmente. “O butiá possui em seu interior um caroço, semelhante ao do pêssego, esse não deve ser consumido por que é muito duro, mas no interior dele, existe uma amêndoa que é a semente do butiá que é comestível”, afirma Marene.

O fruto é comumente utilizado como acompanhamento da cachaça, mas esse não é único uso do butiá. Sucos, geleias, sorvetes, bolos, licores  também podem ser preparados com o fruto. Além de ser versátil, o butiá também é saudável. Rico em carotenóides, precursores da vitamina A, possui altíssimos níveis de potássio e ferro, além de grande quantidade de vitamina C.

O butiá também faz parte de expressões regionalistas, como “Me caiu os butiá do bolso” utilizada para demonstrar espanto. A frase está relacionada com o fato do gaúcho sempre levar butiás em seu bolso da bombacha, e ao ter um grande susto os pequenos frutos podem cair.

# As informações foram extraídas do site oficial da Emprapa

 

Licor aperitivo com butiá

Site Tudogostoso.com.br

 

Ingredientes

•      2 kg de butiá

•      1 litro de cachaça 51

•      500 g açúcar

 

Modo de preparo

1.    Coloque a fruta em uma panela.

2.    Ferva com o açúcar, até fazer uma calda.

3.    Deixe esfriar, coloque em um vidro grande, acrescente a cachaça.

4.    Pode-se beber logo e/ou deixar em infusão quanto tempo desejar, sempre bebendo e acrescentando mais cachaça, vai longe até terminar e é um licor delicioso.

 

 

Cachaça de butiá

(Drinkologia - Rosélio Raddatz)

 

Ingredientes:

1 garrafa de cachaça (aguardente)  

20 butiás.

 

Modo de Preparo:

Lave bem os butiás.

Coloque em um vidro de boca larga, acrescente a cachaça e deixe curtir durante 8 dias.

Sirva como aperitivo antes das refeições.

Na hora de servir, se quiser adoce com mel ou açúcar.

 

Dicas do mestre:

Você pode por açúcar em calda após dois meses curtindo, que aí não fermenta e deixa com aquele sabor de licor.

Antes de utilizar os butiás, coloque-os em um pote e deixe-os na geladeira de um a dois dias. Deixe o butiá em infusão por um mínimo de seis meses para que a cachaça aproprie-se do sabor da fruta. Lembre-se, quanto mais tempo, melhor.

Guarde o vidro em local arejado e ao abrigo da luz.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias do caderno

Outras edições

Carregando...