ANO: 25 | Nº: 6486
20/03/2020 Região

Região tem 22 casos suspeitos de coronavírus; dois foram descartados

Foto: Reprodução JM

Dos pacientes em análise, pelo menos quatro seriam médicos
Dos pacientes em análise, pelo menos quatro seriam médicos
Em transmissão on-line, realizada na tarde desta sexta-feira, dia 20, o prefeito de Bagé, Divaldo Lara, e o coordenador regional de Saúde, Ricardo Necchi, atualizaram os bajeenses sobre o panorama regional de enfrentamento ao coronavírus.
Lara, que assinou o decreto 050/2020, com medidas mais "assertivas" de prevenção ao vírus, destacou que se houver novos casos confirmados, o município deve aumentar a rigidez. Além disso acrescentou que se houver algum caso de óbito, Bagé terá todos os seus acessos fechados.
Em relação aos dois casos confirmados de coronavírus, foi informado que ambos estão com boa evolução. Contudo, todas as pessoas que tiveram contato com eles estão sendo contatadas e orientadas a ficar em isolamento. Para os casos que apresentarem algum sintoma, a orientação é que procure auxílio da Vigilância Epidemiológica para coleta de material para o exame.
Além disso, Necchi apontou que existe a possibilidade do Ministério Público realizar a convocação dos profissionais da área da saúde que se afastaram, afirmando que muitos não estão querendo "fazer a sua parte". E essa medida não seria válida apenas para a Rainha da Fronteira, mas para todo o estado do Rio Grande do Sul, onde foram registrados pedidos de afastamento de profissionais da saúde.
Necchi destacou que a 7ª CRE estva com 18 casos, sendo dois confirmados para a doença e 16 suspeitos do covid-19, entre eles quatro médicos. Ainda na manhã de sexta-feira, o Centro de Operações de Emergência (COE) descartou dois casos suspeitos, um em Bagé e outro de Candiota. Mais tarde, à noite, a Prefeitura confirmou uma elevação do número de casos suspeitos para 22.

Deixe seu comentário abaixo

Outras edições

Carregando...